uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

PJ deteve incendiário em Samora

Usou um engenho artesanal para pegar fogo a terreno
Edição de 04.08.2004 | Sociedade
Um homem de 32 anos foi detido pela Polícia Judiciária por suspeitas de ter provocado um fogo num terreno próximo de habitações no Porto Alto, Samora Correia. Segundo a PJ, o encarregado de construção civil foi presente ao Juiz do Tribunal de Benavente que ordenou a sua libertação com termo de identidade e residência e obrigação de apresentações periódicas às autoridades.O indivíduo, natural de Samora Correia, é casado e tem família constituída. Segundo alguns conhecidos não se conhecem as razões que motivaram este acto. O incêndio deflagrou na Rua Luís de Camões, em frente a um bar, cerca das 2h00 de domingo, 25 de Julho.O MIRANTE apurou junto da PJ que o indivíduo se dirigiu a uma bomba de gasolina de Samora Correia onde adquiriu o combustível que utilizou para fazer um engenho artesanal tipo “Cocktail Molotov”. O indivíduo terá contado com a colaboração de um amigo, mas a PJ não confirmou a identificação de outros suspeitos. Segundo os investigadores, o homem arremessou o engenho para o mato e provocou uma explosão seguida de incêndio. A PJ sublinha que a pronta intervenção de populares e um grupo de bombeiros de Samora Correia, com a ajuda de duas viaturas, evitou que as chamas atingissem as habitações.Nas últimas semanas a PJ deteve 29 suspeitos de serem autores de fogos em vários pontos do país.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...