uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Plantel renovado à procura da tranquilidade

Carregado quer realizar uma época mais calma, longe dos lugares de despromoção

Onze reforços, a maioria contratados ao Vilafranquense e ao Alverca, e dez permanências, são as “armas” da Associação Desportiva do Carregado, que quer afastar-se o mais cedo possível dos lugares de despromoção da Série E da Terceira Divisão Nacional.

Edição de 18.08.2004 | Desporto
A equipa de seniores da Associação Desportiva do Carregado quer evitar os sustos da época passada, em que andou perto dos lugares de despromoção, e reforçou-se de forma a realizar um campeonato mais tranquilo.“Não queremos voltar a passar pelos sobressaltos que passámos a época passada”, refere Arlindo Soares, vice-presidente para o futebol que, embora mantenha a manutenção como a meta principal para a equipa, não descarta a possibilidade de ir um pouco mais além. “Dentro do campo é que se vê e nós temos confiança na equipa técnica e nos jogadores que perfazem o plantel”, acrescenta.Onze reforços, na sua maioria vindo de clubes de escalões superiores, que se juntam aos que ficaram da época anterior, perfazem uma equipa mesclada de experiência e juventude, ambiciosa e disposta a lutar por um lugar de destaque na competitiva Série E do Campeonato Nacional da Terceira Divisão.Segundo Arlindo Soares, não foi difícil a constituição do grupo de trabalho porque, acima de tudo, a Associação Desportiva do Carregado, orgulha-se de ser uma associação que cumpre com todas as suas obrigações. “Não enveredamos por oferecer mundo e fundos ao jogadores para depois não cumprir. Não devemos nada a ninguém e é assim que nos queremos manter”, referiu.O dirigente do Carregado realçou o excelente trabalho realizado pela equipa técnica na época passada que, depois de um período muito difícil, conseguiu ultrapassar as dificuldades e a manutenção da equipa no nacional. “Foi um período muito atribulado, que só foi possível ultrapassar com a união de todos, e nesse campo a equipa técnica foi excepcional”, realçou o dirigente.O esforço feito este ano para reforçar o plantel colocado à disposição da equipa técnica comandada por Eloi, não coloca minimamente em causa a situação financeira do clube, que é estável. “Temos as mesmas dificuldades que todos os outros clubes, mas ao longo dos anos temos vindo a criar condições para nos auto-financiarmos, embora tenhamos sempre que contar com a colaboração dos nossos amigos patrocinadores”, explicou Arlindo Santos.Os reforços colocados este ano à disposição de Eloi e restante equipa técnica são: Hugo, Padinha II, Ganhão e Caeiro, todos ex-Vilafranquense; Digo Martins, André Martins, Pedro Dionísio e Jordão, todos ex-Alverca; Sérgio Nunes (ex-Caldas); Coelho (ex-Vialonga); Melo (ex-Oriental) e os ex-juniores do clube Edgar e André. “São todos jogadores já com provas dadas embora, os que vêm do Alverca, clube com que temos um protocolo de colaboração, sejam muito jovens”, reforçou o dirigente.Completam o plantel, os jogadores que transitaram da época anterior: Júlio, Batista, Navalho, Paulo Silva, João Pedro, Rodolfo, João Lemos, Mário Sérgio, Padinha I e Moisão. Que contam com boas condições para desenvolverem a sua actividade.Eloi, um treinador satisfeito com o material humano que tem à sua disposição“Não queremos sofrero que sofremos a época passada”Eloi é um treinador jovem. Foi jogador da Associação Desportiva do Carregado, durante vários anos, conhece bem os cantos à casa e mantém uma cumplicidade muito grande com a direcção e com os jogadores. Tem confiança no grupo de trabalho colocado à sua disposição e não quer sofrer o que sofreu a época passada.Apesar de a direcção apenas lhes ter pedido que fizessem um campeonato tranquilo, Eloi tem esperança de fazer algo mais. “Espero que os novos jogadores consigam mostrar todo o seu valor, e se assim acontecer não tenho dúvidas de que podemos vir a fazer coisas bem mais satisfatórias do que lutar para não descer”, referiu.O técnico teve uma participação directa na construção do plantel, e embora confesse que um treinador nunca está satisfeito, considera que dentro do orçamento limitado do clube, tem à sua disposição o melhor grupo de trabalho possível e não tem dúvidas de que a equipa vai representar condignamente a Associação Desportiva do Carregado.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...