uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Empresa transforma cinzas de humanos em diamantes

Empresa transforma cinzas de humanos em diamantes

Na Suíça

Uma empresa suíça desenvolveu uma alternativa para preservar as cinzas de um familiar cremado: em duas ou três semanas transformam-nas num diamante que ajudam depois a colocar num anel ou colar.

Edição de 18.08.2004 | Economia
A empresa Algordanza (Lembrança, em romansh, a língua minoritária da Suíça) começou a trabalhar em Julho, anunciando-se como a única firma na Europa que transforma cinzas humanas em diamantes.O director da empresa, Veit Brimer, garantiu segunda-feira que a iniciativa está a suscitar bastante interesse junto do público nacional e internacional, com cerca de 200 pedidos de informação na página da Internet da firma.Sedeada em Chur, próximo da fronteira suíça com o Liechtenstein, a empresa explica na sua página que, tal como as pessoas, não há dois diamantes iguais, podendo a pedra preciosa servir como uma lembrança eterna “de uma vida única e maravilhosa”.Para produzir os diamantes sintéticos, as cinzas humanas são purificadas, depois aquecidas e colocadas, sob intensa pressão, num centrifugador, durante três a quatro semanas. “Os cristais do diamante surgem como na natureza. Excepto que neste caso não é preciso esperar milhões de anos, apenas algumas semanas”, explica Brimer.“O processo é idêntico e alguns especialistas sentem dificuldade em distinguir os diamantes que fabricamos e os naturais”, sustentou.Criados com este método, os diamantes assumem uma coloração azulada, o que os torna ainda mais especiais porque são idênticos às versões mais raras encontradas na natureza, acrescentou.A empresa vai oferecer várias opções, desde um pedestal de granito a jóias únicas, cujas pedras poderão ainda ser gravadas com nomes e datas. Os preços variam entre os 600 francos (391 euros) por um anel simples e os 5.600 francos (cerca de 3.651 euros) por um diamante de meio quilate.As pedras podem ir até um quilate e meio, dependendo do período que passam na centrifugadora.A empresa tem vindo a receber vários pedidos de pessoas que pretendem ser transformadas em diamantes quando morrerem. E até já recebeu um pedido para transformar as cinzas do cavalo predilecto de uma família. “Para já, estamos a limitar os serviços a humanos”, explicou o responsável da firma.Lusa
Empresa transforma cinzas de humanos em diamantes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...