uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Alegadas irregularidades na Câmara de Coruche

Edição de 18.08.2004 | Sociedade
A Câmara de Coruche vai enviar à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDRLVT) um memorando com alguns casos de alegadas irregularidades em processos de obras e admissões de funcionários realizadas entre 1999 e 2001.A decisão surgiu após o Tribunal Administrativo de Leiria ter questionado recentemente a autarquia sobre se deseja considerar nulos alguns dos actos administrativos praticados no anterior mandato. Um passo que surgiu na sequência do inquérito interno realizado aos serviços da edilidade no início do actual mandato por iniciativa da maioria socialista que em Dezembro de 2001 ganhou a câmara à CDU.As situações verificadas entre 1999 e 2001 referem-se a casos como o de uma funcionária que foi admitida através de concurso apresentando apenas uma declaração em como era detentora de licenciatura, enquanto os restantes candidatos tiveram que apresentar certificado de habilitações.O relatório de 180 páginas apurou ainda, e de acordo com informação veiculada pelo vereador Júlio Arrais (PS) durante a última reunião do executivo, que podem ter sido cometidas irregularidades graves. A propósito da informação, o vereador da CDU, Isidro Catarino, recordou que ao longo de 25 anos de gestão comunista na autarquia, “nunca houve inspecções de entidades independentes que apurassem quaisquer irregularidades. Por isso o tribunal que decida e esclareça”, afirmou.O líder da autarquia, Dionísio Mendes, acrescentou que a autarquia só quer que os tribunais apurem a verdade e seja responsabilizado quem tiver que ser, “podendo ou não ter consequências pessoais e políticas para algumas pessoas”, acrescentou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...