uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Plantação de liamba destruída

Plantação de liamba destruída

PSP de Santarém detém reformado de 71 anos e apreende plantas ilegais
Edição de 18.08.2004 | Sociedade
A Brigada Anti-Crime da PSP de Santarém destruiu na manhã de segunda-feira uma plantação de canabis, também conhecida por liamba, numa zona de difícil acesso nos arredores da cidade. O proprietário do terreno, de 71 anos, solteiro e reformado, foi detido e constituído arguido.Os agentes detectaram as plantas, que constituem a matéria-prima de onde derivam estupefacientes ilegais como o haxixe, num silvado e em terrenos nas traseiras de uma arrecadação. Os 41 pés de liamba tinham já um metro e meio de altura e foram todos colhidos pela polícia. Ao todo foram arrancados 7,5 quilos. As plantas, segundo a PSP, encontravam-se em estado vegetativo próximo da maturação.Durante a operação foi igualmente localizada e apreendida, numa arrecadação anexa à habitação do detido, uma caixa em madeira forrada a cartão e com fundo em caixa de alumínio considerada própria para a secagem das plantas. No interior do recipiente foram encontrados resíduos secos de canabis com o peso de 0,79 gramas.Segundo fonte do comando distrital de Santarém da PSP, estas apreensões e a detenção surgem na sequência de uma aturada vigilância montada pela polícia desde há dois meses.O indivíduo detido já era conhecido e referenciado pela polícia desde há alguns anos, por crimes que não foi possível provar. Agora ficou a aguardar julgamento em liberdade.Recorde-se que já há uns anos, a PSP detectou a plantação de dois ou três pés de liamba em pleno jardim das Portas do Sol, a salas de visitas mais emblemática da cidade.
Plantação de liamba destruída

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...