uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O caso de Vale Madeiros

Edição de 24.08.2004 | Sociedade
Em Agosto de 2002 um morador do Cartaxo veio alertar para o perigo de consumir água da nascente de Vale Madeiros, Paço dos Negros, Almeirim. José Magalhães esteve internado no hospital de Santarém, depois de ter febres e diarreias. O homem, de 75 anos, tinha uma infecção urinária grave que pode ter sido agravada pelo consumo daquela água, ao longo de vários anos. Depois do caso, o Centro de Saúde de Almeirim solicitou a realização de análises à água, que veio a confirmar-se estar contaminada com microrganismos, nomeadamente coliformes fecais resultantes de dejectos animais. A delegada de saúde do concelho de Almeirim, Luísa Pacheco, esclareceu na altura que por se tratar de uma nascente as águas são facilmente contaminadas por influência das pessoas, ou pelo próprio solo. Um grupo de cidadãos de Paço dos Negros, que defende a água dizendo que a mesma tem características milagrosas, mandou uma amostra para o Instituto Ricardo Jorge e as análises revelaram água própria para consumo. O centro de saúde nunca fez fé nestas análises e foi sempre avisando que não se devia beber aquela água. Apesar dos avisos das autoridades de saúde ainda hoje centenas de pessoas continuam a abastecer-se naquela nascente.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...