uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Alterações ao orçamento passaram com críticas

Edição de 25.08.2004 | Sociedade
As constantes alterações ao Orçamento da Câmara de Santarém motivaram um protesto dos vereadores do PSD, que acusaram a maioria de aumentar as despesas correntes, contribuindo para o crescimento da dívida da autarquia, com destaque para a publicidade.De acordo com o vereador Ramiro Matos (PSD), a maioria retirou 75 mil euros em itens relacionados com despesas de investimento, desviando-os para o pagamento de despesas correntes.O líder da edilidade, Rui Barreiro (PS), considerou normais as alterações e relacionou-as com a dinâmica de obras. “A Escola de S. Domingos, por exemplo, está a ser construída com dinheiros do FEDER e da Câmara de Santarém, além de ter que vir a ser equipada. São despesas correntes que temos de suportar, já que o Estado está em falta”, explicou.Uma deixa complementada por Manuel Afonso (PS), que salientou a aposta da autarquia no apoio às pessoas com problemas sociais, que muitas vezes recorrem à câmara para resolver as suas situações.A CDU, pela voz de José Rui Raposo, enumerou várias situações de alterações ao orçamento para dizer que há falta de planeamento da autarquia e, na votação, absteve-se. Os vereadores social-democratas votaram contra mas a proposta passou com os votos da maioria socialista.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...