uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Obras já voltaram de férias

Obras já voltaram de férias

Empreitada no centro de Santarém deixa cidade num pandemónio
Edição de 25.08.2004 | Sociedade
As obras de requalificação do Largo Cândido dos Reis, no centro de Santarém, estiveram paradas na semana passada, para férias dos funcionários da empresa de construção que ali está a intervir. A empreitada foi retomada esta segunda-feira, mas algumas situações que têm motivado críticas da população e de alguns autarcas mantêm-se. Designadamente a falta de informação aos munícipes sobre o que ali está a ser feito e o prazo previsto de execução.Na reunião de câmara de segunda-feira, o próprio presidente do município, Rui Barreiro (PS), em resposta ao vereador da CDU José Rui Raposo, admitiu que “já lá deviam existir painéis informativos” e que “as obras careciam de mais informação”. Uma situação que deverá ficar colmatada esta semana, conforme referiu ao nosso jornal o vice-presidente da autarquia. Manuel Afonso (PS) garante que tentou mandar fazer as placas mas não encontrou gráficas disponíveis para executar esse trabalho devido a férias do pessoal.A intervenção no Largo Cândido dos Reis - que integra um projecto mais amplo que pretende a requalificação urbana de toda a zona da Avenida Sá da Bandeira até ao tribunal – começou com a remodelação da rede de esgotos na primeira quinzena de Julho. O trânsito foi condicionado, devido ao corte de um troço da Avenida Sá da Bandeira por onde se fazia a maior parte do escoamento de viaturas na zona, mas aos cidadãos a informação apenas foi chegando pelos jornais, já que no vasto perímetro de intervenção não se encontra qualquer esclarecimento.A implantação da nova rede de saneamento foi executada pela câmara, mas a construção da rotunda é da responsabilidade do grupo Imocom e insere-se no pacote de contrapartidas pela construção, nas imediações, do centro comercial W Shopping.As condicionantes ao tráfego têm afectado a circulação e é previsível que a situação se agrave com o início do ano lectivo, marcado para 16 de Setembro. Até lá, Manuel Afonso diz que deverão estar definidas no terreno as faixas de rodagem, o que permitirá uma maior fluidez do trânsito. Isto se as pesquisas arqueológicas não detectarem mais vestígios importantes no subsolo. O arranjo do miolo da rotunda será feito posteriormente. Mas antecipando cenários, e “porque as obras não vão demorar dois dias”, o vereador José Rui Raposo sugeriu que se aconselhe os automobilistas a evitarem a circulação pela zona – apontando como alternativa a circular urbana D. Luís I - e que se proíba inclusivamente o tráfego a pesados no local.O vereador do PSD Ramiro Matos criticou ainda o abate de árvores que deixou muitos destroços no local e chamou a atenção para a insegurança que se vive nas travessias para peões, dado que a maior parte das passadeiras já não tem tinta visível. Pediu ainda que o asfalto seja molhado pelos bombeiros várias vezes por dia, para que se evite a propagação da poeira decorrente dos trabalhos.
Obras já voltaram de férias

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...