uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Ferroviários joga para a manutenção

Ferroviários joga para a manutenção

Orçamento reduzido em cerca de 70 por cento e aposta na juventude reforçada

O Ferroviários entra na época 2004-2005 com cerca de um terço do orçamento da época anterior. O pagamento das dívidas ao fisco obrigou à redução do investimento, pela que a equipa sénior, treinada por Meszaros, é constituída sobretudo por jovens vindos da formação do clube e do CADE

Edição de 01.09.2004 | Desporto
Fazer uma época tranquila na Primeira Divisão Distrital é o objectivo do Grupo Desportivo dos Ferroviários do Entroncamneto. A direcção do clube da cidade dos comboios, liderada por Vítor Ferreira, reduziu o orçamento em 70 por cento, para cerca de três mil euros mensais. Por isso a aposta é na formação e em jogadores que alinharam no clube e no CADE, mas com “andamento” nos nacionais jovens.“O que nos atrofia é a verba mensal que temos que pagar ao fisco. É uma importância muito grande, que nos tolhe toda e qualquer veleidade de irmos mais além na construção do plantel sénior, por isso a nossa aposta. E garanto que enquanto nós nos mantivermos à frente do Ferroviários a escolha vai ser sempre a do aproveitamento do melhor que se faz na formação no distrito de Santarém”, garantiu Vítor Ferreira.António Canhoto, mais conhecido por Meszaros, foi o técnico escolhido, após ter abandonado a carreira de jogador, aos 41 anos. Em declarações a O MIRANTE, no final do jogo com o Ferreira do Zêzere, disputado no dia 25 de Agosto, referiu que estava de corpo e alma com o projecto do Ferroviários. “Um projecto que visa o aproveitamento das camadas jovens que vêm desde o CADE até aqui ao clube”.A época de 2004-2005 é para assumir a realidade e encarar a mudança, com a aposta em jogadores de formação mas com valor. “Se parte deles conseguir ir para melhores clubes dentro de dois ou três anos ficarei satisfeito”, acrescentou.Meszaros, que treina pela primeira vez uma equipa de jogadores seniores, garantiu que ainda não sentiu a diferença. Muitos dos jovens que compõem agora o plantel do Ferroviários transitaram da equipa de juniores que o técnico dirigiu no nacional da categoria há dois anos. “Conheço-os bem e sei do seu valor. Vamos fazer coisas bonitas de certeza”, diz com convicção.Por sua vez, Vítor Ferreira fez questão de pedir a colaboração dos associados. “É preciso ajudar o clube e estes jovens. Nós acreditamos neles e no futuro do clube, mas é necessário que os sócios e os nossos patrocinadores nos acompanhem. Nós garantimos que de forma alguma entraremos em loucuras”.O plantel tem para já 20 elementos elementos, quase todos muito jovens. Da época passada transitam Paulo Serra, Bué, Octávio, François, Fábio, Godinho, Miguel, Wilson e David.Quanto a reforços, uma boa parte acompanha Meszaros de Tomar e dos juniores. É o caso de Hélder e Marco (defesas) e os avançados Cadete, Baltasar e Diogo (avançados). Do Águias de Alpiarça vêm Pedro Rodrigues e Tiago Duarte, e ainda o guarda-redes Telmo (ex-Linhaceira), os defesas Mário (ex-Meiaviense) e Maia (ex-Atalaiense) e Abalada (ex-Azinhaga) para o sector intermédio. Do plantel farão ainda parte os ex-juniores do GDFE João Pedro, Evangelista, Barata e Hugo.No jogo com o Ferreira do Zêzere, a equipa, teve alguns problemas de ligação entre os sectores e, principalmente durante a primeira parte, a defesa cometeu algumas falhas, muito bem colmatadas pelo guarda-redes Telmo. Apesar disso a equipa deu boa conta de si e venceu por 3-1. Golos de Diogo, na primeira parte, e Wilson e Barata na segunda metade.
Ferroviários joga para a manutenção

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...