uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Amigalhaço Serafim das Neves

Edição de 01.09.2004 | E-mails do outro mundo
Andei cento e vinte quilómetros de jipe para te enviar este e-mail. E foi uma trabalheira do caraças porque o computador do bar onde estou tem um teclado com hieróglifos. Digo hieróglifos no sentido mais lato. Letras que não percebo. Trazia o texto numa disquete mas não pude copiar o ficheiro. Estou aqui com uma bebida esverdeada ao lado a escrever a cinco à hora.Ainda por cima começou agora o espectáculo de strip-tease masculino. Está uma gordona aos saltos em cima da mesa do meu computador. Já mandei vir com ela mas nada. Não percebe uma palavra das línguas que eu conheço. De cada vez que lhe digo qualquer coisa ri-se muito e mostra-me as cuecas. O que um homem sofre em férias para manter o contacto com os amigos.Espera...espera...Olha, lá se foi a mesa. Eu logo vi. Felizmente consegui segurar o monitor e o teclado. Grande barafunda que vai por aqui. O barman já me veio trazer outra bebida. Desta vez é alaranjada. Há bocado perguntou-me se eu queria chicks. Disse-lhe que sim só para me ver livre dele. Agora apareceu-me aqui com duas marmanjonas. Felizmente também trouxe uma grade de cervejas para eu poisar esta tralha.Não sei nada de Portugal. Estou a zero. Um dia destes falei com um inglês e fiquei a saber que na terra dele andam a recolher assinaturas para tirar o Nobel da medicina ao nosso Egas Moniz. Acho que a petição também circula na internet, mas agora não tenho tempo para ir ver. O bife disse-me que tudo começou com um familiar de um gajo a quem fizeram uma lobotomia. Olha que isto é a sério! Já mandei as Chicks embora e a gordona anda aos saltos na pista a ver se consegue chegar perto de algum rapaz mas acho que vai sobrar para mim porque só vejo raparigas. Perguntei a um gajo que estava aqui na mesa ao lado se sabia o que era uma lobotomia. O sacana mandou-me ir cagar... num inglês mais macarrónico que eu sei lá.Olha, olha. Agora anda uma barafunda do caraças por estes lados. Isto já parece o mercado de Matosinhos. Que grandes peixeiras me saíram estas tipas. Ai o caraças! Que merda é esta???!!! Espera aí um bocado. Então não está aqui um gajo a tentar vender-me os faróis de nevoeiro do jipe....???Desculpa lá. Já cá estou outra vez. Tive que comprar os faróis por cinquenta euros. Saiu-me barato. Se tivesse que os pagar à empresa que me alugou a viatura era para aí o triplo. Mas vou ter que sair daqui para fora porque não me fio muito no segurança que deixei a tomar conta do jipe. Acho que ele estava a convidar umas miúdas para ir dar uma volta pela montanha. O gajo da agência garantiu-me que este era um destino exótico. Quando eu chegar aí a Portugal ele é que vai ficar todo exótico com a malha que lhe vou dar. Por isso é que o pacote de férias era tão barato. E tu havias de ver o barraco onde estou a dormir??!! Grande pocilga! Até lhe falta metade do telhado. De cada vez que chego o porteiro ri-se que nem um alarve e diz a única frase que sabe em português: Hotel estrelas do céu. Uma gorjeta faxavor!! Um abraço transpirado do Manuel Serra d’Aire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...