uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Mais vinho este ano

Produção deverá crescer 4 por cento com colheita de “boa qualidade”
Edição de 01.09.2004 | Economia
A produção vitivinícola de 2004/05 deverá crescer 4 por cento, para 7,5 milhões de hectolitros, anunciou segunda-feira a ViniPortugal, que prevê uma colheita de “boa qualidade”.Contudo, de acordo com a associação inter-profissional de promoção do vinho português, que cita dados do Instituto da Vinha e do Vinho, nem todas as regiões de Portugal esperam um acréscimo de produção.A região de Trás-os-Montes/Douro deverá diminuir a sua produção em cerca de 9 por cento, assim como a região das Terras do Sado e Algarve, onde se espera um decréscimo de aproximadamente 10 por cento, refere a ViniPortugal em comunicado.As regiões dos Vinhos Verdes, Beiras, Ribatejo, Estremadura e Alentejo deverão aumentar a colheita na campanha deste ano, que se calcula terá início um pouco mais tarde do que em 2003, sustenta.Quanto à qualidade, a ViniPortugal refere que os meses de Junho e Julho foram em geral secos e quentes, o que “deu às uvas um crescimento em condições óptimas”.É que, acrescenta, a instabilidade climatérica do início do mês de Agosto teve efeitos positivos na qualidade das uvas, proporcionando um período final de maturação “um pouco mais prolongado”.Na opinião do enólogo David Baverstock, da Herdade do Esporão, citado pela ViniPortugal, “prevê-se uma vindima de uvas sãs, bem maduras e de mostos bem equilibrados devido à maturação mais prolongada”.Espera-se ainda que os vinhos brancos tenham uma “boa acidez” e “fruta bastante aromática” e que os vinhos tintos indiquem também “cores excelentes” e uma “boa graduação alcoólica”.O clima de Setembro será ainda determinante para a qualidade do vinho, alerta um outro especialista referido pela ViniPortugal.Criada em 1997, a ViniPortugal é uma associação inter- profissional privada que visa a promoção do vinho português em Portugal e no estrangeiro.Integram esta associação associações, federações e organizações de profissionais ligadas à produção e ao comércio do sector vitivinícola português.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...