uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Desenvolver...a meditar

Também acredito que as concelhias e o PS Distrital continuem e reforcem o caminho que têm trilhado nos últimos anos, no sentido de garantir uma grande vitória nas próximas Eleições Autárquicas.

Edição de 01.09.2004 | Opinião
Finalmente, uma pausa, curta, de reflectir.Apesar de continuar a acordar à noite para meditar (e com isso procurar resolver os sempre existentes problemas dos munícipes do meu querido concelho) as noites, mais longas, parecem-me também mais ambiciosas.Vestidas de um azul ainda mais optimista.Como que a dar-nos a força que precisamos para enfrentar um novo ano, cheio de garra e determinação.Acontece-nos a todos, qualquer que seja o nosso trabalho. Qualquer que seja a nossa religião. Esta pausa serve também para estarmos um pouco mais descansados com a nossa família e amigos. Sempre sem deixar de pensar na nossa terra e no nosso trabalho. É o melhor canto do mundo. As pessoas que nela vivem são também o nosso mundo.Vale a pena assim reflectir:Descentralizar. Um começo, com coragem. Falta estratégia e organização para dar corpo a esta reforma e a um correcto ordenamento do território.Assim como está fica imperfeita e incompleta. Continuo a defender as regiões-plano;Educação. Tantas reformas e tão pouca evolução. Mais do que pactos, falta uma linha de rumo intergeracional;Solidariedade e Santarém. Todos dizem que a têm embora poucos, efectivamente, a tenham. Uma palavra usada, tantas vezes, em vão. Mais vale agir do que falar dela. A verdade e a solidariedade são sinónimos de força. Na vida não podemos passar sem elas. Estão sempre juntas.Santarém – Nossa Capital de Distrito.Evolução. O anterior Governo PSD/PP falou-nos em evolução em vez de Revolução. O Povo Português não sabe bem o que isso é mas revolucionou um País há 30 anos. Evoluiu-se alguma coisa mas os dirigentes públicos ainda não conseguiram, liderar a maior das revoluções: a das mentalidades;Nação e Nó. O Povo Português esteve mais unido, como nunca, aquando do Euro 2004. Era preciso esta força colectiva também para mudar o País. Após três décadas de esforços, o Cartaxo conquistou o Nó directo de acesso à A1 e, com isso, o grande vector de mudança do Concelho;Volta a Portugal. Após 34 anos, regressou ao Cartaxo (e ao Ribatejo). Uma terra com grande tradição no Ciclismo. Um bom investimento na nossa história e nas nossas boas memórias, a pensar no futuro de um Concelho e de uma Região prósperas;Outubro 2005.Próximas Eleições Autárquicas.O Povo vai, mais uma vez, decidir o futuro do(s) seu(s) Concelho(s) e da(s)Sua(s) liderança(s).Também podíamos falar de quem exerce o poder e da oposição.Sairá vencedor quem dá mais confiança e quem mais trabalha, efectivamente, para o bem estar da população.Por falar nisso: que é feito da Lei que permite ao cabeça de lista mais votado escolher, permanentemente, a sua equipa como acontece no Governo da República? E da Lei da delimitação de mandatos autárquicos e dirigentes públicos?;Lezíria do Tejo.Uma união feliz do(s) campo(s) fértil(eis) e do(s) bairro(s) cada vez mais modernos e urbanos. Uma terra feita de diferenças e de múltiplas riquezas, naturais e construídas.A Comunidade Urbana é liderada pelo meu camarada e grande amigo Sousa Gomes (estamos muitas vezes de acordo e ambos acreditamos no futuro da nossa Região);Vencer na vida.O que todos queremos. Depende mais das oportunidades do que de outra coisa qualquer. Só é pena que este Governo não ajude os mais jovens e os mais pobres a criar mais riqueza, e continue a não efectuar as reformas estruturantes da nossa sociedade: a saúde, a fiscal, a da educação e a da justiça;Emprego: Estável e duradouro – falta cada vez mais no nosso País;Renovação e Rui Silva : Renovar é aquilo de que todas as organizações e a sociedade precisam.Acredito muito na força dos nossos jovens.Não só na sua irreverência mas também na sua maturidade;Foi assim que o nosso conterrâneo Rui Silva conseguiu ganhar uma medalha Olímpica. Um grande homem de origens humildes;Umas últimas reflexões sobre a Política Nacional e Regional.As próximas eleições no PS contam com três candidatos, situação muito especial, estou convencido que serão as mesmas disputadas democraticamente. Espero também que delas saia vencedor aquele que poderá ser o próximo 1º Ministro de Portugal – Engº José Socrates.Também acredito que as concelhias e o PS Distrital continuem e reforcem o caminho que têm trilhado nos últimos anos, no sentido de garantir uma grande vitória nas próximas Eleições Autárquicas.No Cartaxo, minha terra do coração, vamos lutar para que isso assim seja e dar o nosso contributo para uma Região ainda melhor.Paulo Caldas*Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...