uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Lutar pela subida sem cometer loucuras

Amiense volta a ser um dos principais candidatos à promoção aos nacionais

O Amiense reforçou-se em quantidade e qualidade para enfrentar a nova época, em que vai mais uma vez tentar subir aos nacionais. Caetano e Nélson (ex-U. Santarém), Jorge Humberto (ex-Abrantes), Catita (ex-Portomosense), e Cabé (ex-Rio Maior), são as contratações mais sonantes.

Edição de 08.09.2004 | Desporto
O Clube Desportivo Amiense entra na época 2004-2005 mais uma vez com o objectivo de subir de divisão. Objectivo que esteve perto de ser atingido nas últimas três épocas, mas que, por razões variadas, acabou por ficar adiado. Se em 2001-2002 e 2002-2003 a equipa de Amiais ficou no segundo lugar, atrás de Rio Maior e Abrantes, respectivamente, em 2003-2004, o trágico incêndio que queimou o sintético e destruiu outros pertences do clube, acabou por ajudar a relegar a equipa para o quarto lugar.Este ano o Amiense reforçou-se com atletas de valor indiscutível, uma boa parte vinda dos campeonatos nacionais, que asseguram mais opções a Rui Gaivoto, treinador que se mantém à frente da equipa, depois de ter substituído Gabriel Barra a meio da época passada.Mas a luta pelo promoção aos nacionais não vai fazer a equipa de Amiais de Baixo cometer loucuras. “O Amiense vai lutar para subir de divisão mas não comete loucuras e hipoteca o seu futuro. Se não subir de divisão, não há problemas porque o futuro está assegurado e o clube está a crescer sustentadamente”, refere o treinador.Rui Gaivoto diz que o plantel lhe dá confiança e tranquilidade, mas é preciso trabalhar muito para que a equipa seja competitiva e contar com a pontinha de sorte que tem faltado. “Podemos ter um bom plantel mas depois há lesões, castigos e abaixamentos de forma que podem deitar tudo a perder. Os campeonatos são longos e não é fácil dizer que vamos subir de divisão. Há que respeitar todos os adversários porque os campeonatos perdem-se e ganham-se com todos e não só com os primeiros”.Caetano e Nélson (ex-U. Santarém), Jorge Humberto (ex-Abrantes), Catita (ex-Portomosense), e Cabé (ex-Rio Maior), são os nomes mais sonantes entre as caras novas contratadas esta época. Gaivoto acredita que estes jogadores, em conjunto com os que transitaram da época passada, formam um plantel mais experiente e com mais soluções.O treinador do Amiense não quer referir quais as equipas que considera melhores mas, apesar disso, considera que vão haver seis ou sete clubes a lutar para subir e os outros a lutarem para não descer. “Quem for mais forte e tiver mais sorte acabará por subir”, conclui.Sorte que já começou a faltar ao Amiense. O médio ofensivo Lista lesionou-se no joelho na quarta-feira da semana passada num jogo treino frente ao Monsanto e deverá ficar parado vários meses, estando a gravidade da sua lesão ainda a ser avaliada.O plantel do Amiense é formado pelos guarda-redes Gama e Hugo Paixão (ex-Benfica do Ribatejo), pelos defesas Parreira, Hélder Casal, Mário Alexandre, Plim, Caetano (ex-U. Santarém), André Fojo (ex-júnior) Dário (ex-Acad. Santarém) e Jorge Humberto (ex-Abrantes), pelos médios Catita (ex-Portomosense), Cabé (ex-Rio Maior), Renato, Bexiga, Lista e Tiago Simões, e pelos avançados Nélson (ex-U. Santarém), Matias, Nuno Santos e Tiago Fernandes (ex-Mindense).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...