uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Salinas de Alverca serão limpas

Xiradania e Obriverca selaram acordo no Tribunal
Edição de 08.09.2004 | Sociedade
O Movimento de Cidadania Vilafranquense-Xiradania e a Obriverca-Construções e Projectos SA chegaram a acordo no dia 2 de Setembro e puseram um ponto final na polémica que levou ao embargo administrativo das intervenções nos terrenos junto às antigas salinas de Alverca. O acordo judicial prevê a retirada das terras colocadas no primeiro dos tanques das salinas no período máximo de 30 dias, o compromisso da Obriverca de não realizar qualquer operação urbanística no local sem estar licenciada pelas entidades administrativas competentes e a não realização de quaisquer obras no período de nidificação das aves protegidas que vai de Fevereiro a Junho.O Xiradania congratula-se com o acordo obtido e promete continuar vigilante e atento às movimentações junto daquela área protegida. O MIRANTE tentou obter uma reacção da empresa, mas, mais uma vez, tal não foi possível.A acção tinha sido instaurada em Abril ao abrigo da Lei de Bases do Ambiente e na sequência da movimentação de terras efectuada pela empresa. Na altura a Associação para a Defesa do Património de Alverca –Adapa e o Geota apresentaram uma queixa conjunta a várias entidades que conduziu a uma contra-ordenação levantada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo.A Obriverca é a maior empresa imobiliária do concelho de Vila Franca de Xira e, segundo o Xiradania, pretende construir no local armazéns. A presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira já garantiu que as únicas construções previstas para o local são a Estação de Tratamento de Águas Residuais e a respectiva bacia de retenção.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...