uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Garra chamusquense justificava melhor sorte

Garra chamusquense justificava melhor sorte

Mação venceu porque foi mais regular em todo o jogo

A União da Chamusca tudo fez para ganhar mas a maior regularidade exibicional do Mação acabou por vir ao cimo e a vitória por 2-1 acaba por ser justa. Os chamusquenses, que ainda não ganharam nenhum jogo oficial, precisam de melhorar a sua consistência defensiva.

Edição de 21.09.2004 | Desporto
A equipa de Mação venceu, no domingo, a União Desportiva de Chamusca no seu reduto, mas diga-se em abono da verdade que a formação maçanense não demonstrou grande superioridade. A turma chamusquense, que esta época ainda não conseguiu pontuar para o campeonato, surgiu neste jogo desinibida, jogando de igual para igual com o adversário e justificava melhor sorte do que sair do campo vergada ao peso da derrota.É um facto que se notou melhor entrosamento na equipa visitante mas não deixa de ser menos verdade que a formação da casa demonstrou subida de rendimento e até começou melhor o jogo e cedo se adiantou no marcador. Iam decorridos 10 minutos de jogo, quando num lance rápido de contra ataque, Condeço viu Marco Santos a desmarcar-se rápido pelo meio dos centrais e colocou-lhe a bola na frente, com um passe com conta, peso e medida, que o deixou desmarcado na cara de Sandro. O ponta de lança apenas teve que desviar a bola para o fundo da baliza. Foi um erro grave de marcação da defesa do Mação. Tó Santos e Pedro Sobreira falharam escandalosamente.A União de Chamusca tem dois avançados perigosos quando têm espaço para a bola ser metida nas costas da defesa adversária, mas que sentem dificuldades a jogar de costas para a baliza. No domingo foi nesse estilo que ainda criaram mais um ou dois lances de grande perigo, mas depois a defensiva do Mação rectificou e não deu mais espaços.O jogo passou a decorrer com algumas jogadas de parada e resposta, sem grandes lances de perigo, até que aos 28 minutos, numa falha grave do central da equipa chamusquense Nando Costa, que falhou um corte fácil, deixou isolado João Branco que bateu Filipe Graça como quis, e o Mação chegou ao empate.O jogo tornou-se então monótono, confuso, com muitos passes transviados e escassa circulação de bola. As duas equipas procuravam fazer um futebol directo, com dois meios campos a serem de muita luta, mas sem grande discernimento, e até ao intervalo nada mais aconteceu digno de registo.Na segunda metade do encontro o cariz do jogo pouco se alterou. Continuou a ser mais luta do que de futebol bem jogado. O União da Chamusca tudo fez para voltar à vantagem, mas foi o Mação que, aos 62 minutos, chegou ao segundo golo. Numa boa jogada de entendimento, a bola passou pelos experientes jogadores do meio campo Maçanense, e João Santos colocou-a, no desmarcado Zeca que bateu Filipe Graça como quis.O União tudo fez para no mínimo chegar à igualdade, mas a arte e o engenho dos pupilos de Mazo não permitiram grandes veleidades ao conjunto local. O treinador Pedro Varino apostou tudo para inverter o rumo dos acontecimentos, mas com o decorrer do tempo foi notória a falta de argumentos.O técnico da equipa da Chamusca não hesitou mesmo em retirar os dois laterais, Rafael e David para colocar dois avançados, Romero e Paulo Neves, mas não foi muito feliz, porque o ponta de lança brasileiro está muito longe da melhor forma.Aliás, neste segundo período as ocasiões de golo quase não existiram. Contudo, a equipa do Mação, pela regularidade que demonstrou ao longo de todo o jogo, acabou por merecer a vitória, mas pela garra e o empenho que exibiram, os chamusquenses mereciam pelo menos o empate.A equipa de arbitragem chefiada por João Mendes teve uma actuação que podia ser classificada de muito boa, não fora o facto do árbitro e o seu auxiliar João Simões, terem deixado passar em claro uma grande penalidade cometida sobre Condeço, manchando assim a sua actuação.
Garra chamusquense justificava melhor sorte

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...