uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Falta de respeito e sonegação de informação

Falta de respeito e sonegação de informação

Presidente da Câmara de Santarém novamente alvo de críticas por causa da equipa profissional de basquetebol
Edição de 22.09.2004 | Política
O presidente da Câmara de Santarém, o socialista Rui Barreiro, foi novamente criticado por alguns vereadores da oposição, na reunião do executivo de segunda-feira, pela forma “lamentável” como omitiu informações à vereação sobre a equipa masculina que vai disputar a Liga Profissional de Basquetebol. Recorde-se que precisamente duas semanas antes, no mesmo espaço e em resposta ao vereador do PSD Ramiro Matos, Rui Barreiro havia dito que pouco sabia sobre o processo, para além do que já fora divulgado pelos jornais. Mas menos de 48 horas depois apresentou a equipa no salão nobre dos paços do concelho e foi elogiado pelos seus dirigentes pelo empenho manifestado, enquanto autarca, na obtenção de apoios e patrocínios. Uma cerimónia para a qual não convidou a restante vereação.Perante os ataques da CDU e do PSD, Barreiro negou qualquer omissão, dizendo que havia respondido ao que podia responder. Mas essa versão não bate certo com a do vereador da CDU José Marcelino, também dirigente do clube de basquetebol profissional, que no final da discussão deixou bem claro que o presidente da câmara podia e devia ter dado mais algumas informações ao executivo nessa reunião. Isto apesar de só na quarta-feira seguinte - o dia da apresentação do plantel - ter ficado garantida a entrada do clube na competição.Outra prova de que Rui Barreiro sabia há muito do andamento do processo está aliás bem patente no próprio site do Santarém Basket (www.santarembasket.pt) onde um comunicado de imprensa dá nota de uma reunião havida no dia 7 de Julho entre o presidente da Liga de Basquetebol, José Castelbranco, e o presidente da Câmara de Santarém.“Nessa reunião ficou definido que, caso a candidatura de Santarém seja aceite pelo comité de avaliação, a edição 2004-2005 da Liga TMN terá início em Santarém com o jogo Santarém – F. C. Porto, em 13 ou 14 de Outubro próximo”, lê-se no comunicado à imprensa.A primeira nota de indignação pelo comportamento de Rui Barreiro foi deixada pelo vereador Ramiro Matos, em declarações reproduzidas na última edição de O MIRANTE onde acusou o presidente de egocentrismo e de sonegar informação. O nosso jornal também pediu esclarecimentos ao presidente da câmara, via fax, mas não obteve qualquer resposta.Já esta segunda-feira, o vereador da CDU José Rui Raposo puxou o tema na reunião de câmara para dizer que havia ficado “de boca aberta” quando teve conhecimento dos rasgados elogios ao presidente na sessão de apresentação da equipa, quando este, dias antes, havia dito que pouco sabia. E acusou Barreiro de “procurar centralizar na sua pessoa todas as atenções ao omitir que essa sessão iria ter lugar na própria câmara”.“Não compreendemos porque omitiu contributos que deu ao clube. Não encontramos explicações a não ser a tentativa de centralizar em si todas as atenções, o que condenamos, porque este é um órgão que decide colectivamente sobre os destinos do concelho”, concluiu José Rui Raposo.Na senda do que já havia dito, o vereador do PSD Ramiro Matos considerou que a atitude de Barreiro foi uma “falta de respeito pelo executivo e sublime sonegação de informação aos vereadores”.
Falta de respeito e sonegação de informação

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...