uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Os carros continuam a reinar

Os carros continuam a reinar

Fecho de ruas ao trânsito normalmente não é pacífica

Os carros continuam a reinar nas cidades da região. As tentativas que algumas autarquias têm manifestado para devolver as ruas aos peões têm encontrado resistência, sobretudo, por parte do comércio. Este ano, no distrito de Santarém, não houve Dia Sem Carros. No Ribatejo, Alverca e Vila Franca foram as excepções.

Edição de 22.09.2004 | Sociedade
Nenhum município do distrito de Santarém aderiu às iniciativas do Dia Europeu Sem Carros, assinalado a 22 de Setembro. Os autarcas optaram por uma atitude mais realista em detrimento de medidas avulsas que, para além do habitual folclore, poucas marcas deixaram no quotidiano das principais cidades da região. E que nem sempre mereceram a compreensão da população. “Não participamos no Dia Europeu Sem Carros porque neste momento não temos condições de aplicar as medidas exigidas”, reconheceu ao nosso jornal o vereador da Câmara de Almeirim, Pedro Ribeiro. A adesão à iniciativa obrigaria a autarquia a implementar decisões novas que ficassem para além desse dia, como foi feito noutros anos com a instalação de parques para bicicletas, com a construção de parques de estacionamento e com o fecho ao trânsito na rua Dionísio Saraiva. Só que nesse capítulo a boa vontade da câmara esbarrou na incompreensão dos comerciantes dessa via, que se queixaram de perdas substanciais no negócio. A autarquia recuou e acabou por reabrir a rua aos carros num só sentido, com proibição de estacionamento. A resistência a mudanças radicais no esquema de circulação rodoviária das cidades ribatejanas é geral. Quando em Santarém se cortou o trânsito nalgumas das principais artérias do centro histórico, ainda no anterior mandato autárquico, os aplausos foram tantos como as críticas. A experiência repetiu-se nos anos seguintes. Alguns comerciantes temeram pelos seus negócios e exigiram que antes de se tomar essa medida drástica fossem criadas boas alternativas de circulação, um aumento dos lugares de aparcamento e implementação de um sistema de transportes urbanos. Uma posição que se mantém.O cenário de Santarém repetiu-se noutros pontos do distrito. Ainda recentemente houve protestos por parte de comerciantes da rua António Lucas, no Entroncamento, quando a câmara decidiu proibir o estacionamento nessa artéria do centro da cidade. A autarquia recuou nos seus intentos, contra a vontade do PSD, que gere a autarquia mas não tem maioria no executivo. Em Torres Novas e em Abrantes os autarcas também tiveram de ouvir reclamações quando se lembraram de fechar algumas ruas dos respectivos centros históricos ao trânsito. Só que aí as câmaras levaram a sua ideia em frente. Tal como aconteceu agora no Entroncamento, os comerciantes da Rua Miguel Bombarda, em Torres Novas, avançaram no início deste ano com um abaixo-assinado pedindo a reabertura da artéria ao trânsito. “Só não muda de opinião quem a não tem”, justificou na altura António Pinhão Nunes, presidente da Associação Comercial Industrial e de Serviços de Torres Novas, Entroncamento, Alcanena e Golegã. Meses antes a maioria dos comerciantes era a favor do encerramento da rua aos carros.Em Tomar, na última sessão da assembleia municipal, o presidente da câmara foi criticado pela oposição socialista pela sua política de fechar ruas aos carros, que, na opinião de alguns eleitos, tem contribuído para a desertificação do centro histórico.Como é fácil de constatar, nesta matéria não há verdades absolutas. O que hoje é verdade amanhã pode ser mentira. E vice-versa. Se nalguns casos fechar uma rua ao trânsito pode significar o definhar da actividade comercial, noutros caso significa o seu florescimento. O caso das ruas da Corredoura (Tomar), Falcão de Sommer (Entroncamento) ou Capelo e Ivens (Santarém) demonstram que o negócio também se pode dar bem longe dos escapes dos automóveis.
Os carros continuam a reinar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...