uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Universidade do Vinho parada por falta de financiamento

Projecto a instalar na Quinta dos Patudos, em Alpiarça

A ideia começou a germinar há cinco anos, mas ainda está longe da maturação. A Universidade do Vinho de Alpiarça encontra-se parada, à espera de financiamento.

Edição de 29.09.2004 | Sociedade
A instalação da Universidade do Vinho, em Alpiarça, está parada por falta de financiamento. A ideia foi lançada em 1999 e para ser posta em prática são necessários 2 milhões e 500 mil euros. A única construção feita até ao momento é o pólo enoturístico. Projectada para a Quinta dos Patudos, à entrada de Alpiarça, a universidade inclui, para além da área administrativa e laboratórios, um bloco educacional. Precisamente aquele que é imprescindível para o funcionamento do projecto e que ainda não tem financiamento garantido. Foi elaborada uma candidatura para obtenção de fundos ao programa Agro – medida 9. Mas no actual Quadro Comunitário de Apoio (QCA) não existem verbas suficientes. Esta medida de financiamento é a única que pode apoiar projectos desta natureza. Segundo o presidente da Câmara da Alpiarça, Joaquim Rosa do Céu (PS), aguarda-se, por isso, que apareçam notícias referentes à disponibilidade de verbas na reserva de eficiência. O pólo enoturístico, o único vestígio concreto da ideia, faz parte da segunda fase do projecto e foi financiado através do programa AGRIS. Esta estrutura contou também com a participação, em parceria, da universidade francesa de Souze-La-Rousse. Espera-se que no próximo Outono seja instalada uma outra vertente do projecto, que é o jardim das vinhas, para o qual já estava garantido apoio financeiro. Segundo o presidente da Câmara de Alpiarça, o funcionamento do projecto “dependerá da instalação de todas as suas componentes, que são essenciais para garantir a sua auto-sustentabilidade”. O projecto de arquitectura da universidade, que vai aproveitar a cave da Casa Museu dos Patudos e as antigas casas dos caseiros da quinta, prevê a instalação de salas de aulas, um auditório, laboratório, salas de provas de vinho e residência para estudantes. Algumas das áreas de formação podem abordar situações das podas das vinhas ou provas de vinhos. O tratamento das vinhas é também uma das vertentes a ter em conta em termos de cursos da universidade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...