uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Alunos sem almoços em Santarém

Edição de 20.10.2004 | Sociedade
Pelo menos duas escolas do primeiro ciclo de ensino básico de Santarém, Combatentes e Mergulhão, não têm em funcionamento o serviço de fornecimento de almoços às crianças desde o início oficial do ano lectivo, em 28 de Setembro.A situação foi confirmada pelo vereador com o pelouro da Educação na Câmara de Santarém, Joaquim Neto (PS), que afirmou desconhecer em que ponto está este assunto em relação às freguesias rurais do concelho.Na base desta falha está a falta de auxiliares de acção educativa, estimando-se que sejam necessários mais 30 para equilibrar todos os serviços. O presidente da Câmara de Santarém, Rui Barreiro (PS), garantiu, em reunião do executivo, que a autarquia está a fazer tudo para resolver a situação, tendo sido contratados 19 funcionários nos últimos dois anos. “Além destes também vamos recrutando alguns elementos através do centro de emprego. Temos um plano a quatro anos que poderá resolver o problema mas é impossível haver um refeitório em cada escola”, referiu o autarca.Neste período, a prioridade da autarquia foi assegurar a assistência ao ensino pré-primário, “matéria em que o Ministério da Educação também tem uma palavra a dizer com a colocação de funcionários”. O vereador com o pelouro da Educação, Joaquim Neto (PS), prevê que esta quinta-feira a questão das refeições fique resolvida. Pelo menos nas escolas da cidade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...