uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Um candidato que nasce na Quinta das Celebridades

José Sassetti quer conquistar a Câmara de Salvaterra

José Sassetti, o engenheiro responsável pelas tarefas na “Quinta das Celebridades” deverá ser um dos candidatos à Câmara Municipal de Salvaterra de Magos. A ideia é conseguir o apoio de várias forças políticas para acabar com o reinado do Bloco de Esquerda.

Edição de 01.12.2004 | Política
Da Quinta das Celebridades para a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos. Este poderá ser o caminho escolhido por José Sassetti, o responsável pelas tarefas da quinta mais famosa de Portugal. Aos 41 anos de idade, o engenheiro agrónomo está apostado em conquistar o município nas eleições autárquicas de 2005. Conotado politicamente com o CDS-PP, José Sassetti diz ver com bons olhos uma união de várias forças políticas – CDS-PP, PSD, PS e independentes - em redor de uma candidatura única. O objectivo é conseguir ganhar a câmara e as seis juntas de freguesia do concelho de Salvaterra de Magos. Embora tudo esteja ainda numa fase embrionária, José Sassetti afirma a O MIRANTE que está a trabalhar no projecto. “ A ideia é conseguir união e trabalho em prol da nossa terra”, explica. Caso venha a ser cabeça-de-lista à câmara, o amigo de Cinha Jardim e administrador da Casa Monte Real (propriedade do Conde de Leça que também está na quinta) diz poder contar com o apoio garantido de Avelino Ferreira Torres (CDS), presidente da Câmara Municipal de Marco de Canavezes e candidato em Amarante. “Embora a sua passagem pela Quinta das Celebridades tenha sido efémera, foi uma pessoa que me marcou muito”. Sassetti conhece o trabalho que Avelino Torres desenvolveu em Marco de Canavezes e considera-o uma referência do poder local. “Foi notável”, adianta.Casado e à espera do quinto filho, o engenheiro conta com o apoio de toda a família para uma eventual candidatura. Confrontado com o facto do Bloco de Esquerda (BE) ter tido, nas últimas eleições autárquicas, uma confortável maioria absoluta, Sassetti diz que não será isso que o vai demover. E recordou que foi precisamente através da união de várias forças políticas, da qual ele também fazia parte, que o presidente Rosa do Céu, conseguiu destronar a maioria absoluta que o PCP tinha há mais de 30 anos em Alpiarça.Natural de Lisboa, Sassetti vive em Salvaterra de Magos há dois anos. O seu dia-a-dia é passado entre o trabalho, como administrador da empresa agrícola, e a sua família. Na Quinta das Celebridades, José Sassetti ocupa apenas duas horas do seu tempo todos os dias, normalmente à hora de almoço. Porque se considera uma pessoa muito religiosa, todos os domingos vai a missa acompanhado da mulher e dos filhos. Ao nosso jornal não hesita em dizer que é uma pessoa muito feliz, tanto no seu emprego como na família. Por isso, a “entrada para a política é um desafio giro”. Questionado sobre o que mudaria em Salvaterra de Magos caso viesse a ser presidente de câmara, respondeu de imediato: “Seria demagógico pronunciar-me nesta altura. Vamos pensar no nosso programa. É preciso ter ideias novas”. Um dos objectivos do candidato passará por atrair mais investimento para Salvaterra e criar mais postos de trabalho. “Este é um concelho com grandes dimensões, mas que não tem uma zona industrial. A continuar-se assim, qualquer dia Salvaterra de Magos será um dormitório”, adianta.Mário Gonçalves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...