uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Casa da Câmara de Alverca será recuperada

Edição de 01.12.2004 | Sociedade
A Casa da Câmara de Alverca do Ribatejo vai ser objecto de obras de recuperação, no âmbito da remodelação e ampliação do Núcleo Museológico, promovidas pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. A empreitada deve arrancar no início de 2005 após o visto do Tribunal de Contas e foi adjudicada por 548 mil euros mais IVA. O prazo de execução é de 166 dias.O museu funcionou até Setembro de 2003 no edifício quinhentista que acolheu os Paços do Concelho de Alverca até 1855. O núcleo utilizava o primeiro andar e o sótão, enquanto o piso térreo apenas servia de arrecadação. A remodelação e ampliação pretende aproveitar este espaço e remodelar o existente, integrando-os num conjunto mais vasto, que compreende também o espaço de ampliação a concretizar no lote adjacente (antiga Casa do Ferreiro), entretanto já adquirido pela Câmara Municipal.O Edifício do Núcleo Museológico de Alverca do Ribatejo situa-se no local do antigo rossio quinhentista, erguendo-se ainda à sua frente o pelourinho manuelino, reimplantado pela Câmara Municipal em 1988. O antigo pelourinho situava-se no actual Largo Gregório Nunes, presumivelmente numa área intra-muros, onde terá estado implantada também a antiga Casa de Câmara medieval. Alverca teve Foral atribuído por D. Afonso Henriques em 1160 e depois confirmado por D. Pedro, em 1357.A Casa da Câmara quinhentista ruiu completamente com o terramoto de 1755 e o actual edifício corresponde à sua reconstrução depois do terramoto, em 1764. A reconstituição da história deste edifício é uma das informações a que a escavação no local permitirá aceder. A escavação vai permitir recolher mais informações sobre uma antiga forja, instalada no local pelo menos desde o início do século XX.Os trabalhos em curso permitiram ainda recuperar vestígios da ocupação pré-histórica, romana, medieval e moderna de Alverca, através de um conjunto de estratigrafias seladas e com inúmeros testemunhos materiais de relevo, entre estruturas e cultura material.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...