uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Igualitário Manuel Serra D’Aire

Edição de 15.12.2004 | E-mails do outro mundo
Os teus argumentos muito Revolução Francesa, muito liberdade, igualdade e fraternidade merecem uma atitude reaccionária da minha parte. Dizes tu que um homem tem tanto direito a andar nu pela rua como uma mulher. Francamente! Isso é pegando na teoria de que todos os animais são iguais. Mas todos sabemos que alguns são mais iguais que outros. E ainda bem!No caso, uma boazona toda descascada que protesta contra o uso de peles animais é muito mais igual que um safardana qualquer que se despe para atravessar um campo de futebol ou para andar à biqueirada aos carros. Uma coisa é pura estética, a pedir resposta condigna de qualquer macho viril que se preze. A outra é um atentado ao pudor e mera poluição visual que está mesmo a pedir cassetete de polícia no lombo.Temos que assumir as coisas como elas são. Qualquer gaja descascada é uma bênção de Deus e a prova mais cabal de que o mesmo existe. Mesmo o maior camafeu é um pitéu apetitoso ao pé de qualquer maganão, ainda que efeminado (Vade retro!). Pena é que só se dispam em público por causa das peles dos animais. Era importante que as mulheres se desinibissem e tirassem a roupa para protestar também contra o aumento da gasolina, o despedimento de Santana Lopes ou de situações tão ou mais graves, como a saída precoce da Cinha Jardim da Quinta das Celebridades.Por isso deixo desde já o desafio às mulheres escalabitanas: dispam-se para protestar contra o roubo da freguesia do Pombalinho, que vai passar para a Golegã. Já não bastava terem abarbatado a Secretaria de Estado da Agricultura e respectivos ocupantes, agora arrecadam alguns hectares de boa terra arável e mais algumas centenas de contribuintes. Por este andar, um dia o presidente da Câmara de Santarém acorda e até a cama e os suspensórios lhe levaram. Que mais irá acontecer? Só falta mesmo o autarca-cavaleiro Veiga Maltez levar para a Golegã a Escola Prática de Cavalaria para dar o golpe de misericórdia que consiste na anexação do concelho de Santarém pela Golegã. Protestem, escalabitanas, protestem, que eu estou convosco!Tal como as torrejanas devem vir para a rua em pêlo se a oposição não fizer a vontade ao autarca Rodrigues e se puser a levantar entraves à mega urbanização espanhola prevista para o Boquilobo. É assim que se protesta, minhas caras, deixem-se lá de tretas. Não há político mais soturno que resista aos argumentos de um bom par de mamas ao léu, garanto-vos. Por muito que sejam argumentos pouco cristãos e desadequados da época natalícia que atravessamos, há que colocar os interesses do concelho em primeiro lugar. E há que ver as coisas pela positiva. Apesar do frio que se faz sentir, tirar a roupa é uma atitude muito mais urbana e civilizada do que chamar nomes aos árbitros ou andar aos pinotes e aos urros como a malta de Canas de Senhorim.Votos de boas festas e cumprimentos ao Pai Natal do Serafim das Neves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...