uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Centro comercial é o novo ponto de encontro em Azambuja

Edifício Atrium abriu portas na sexta-feira
Edição de 15.12.2004 | Economia
A dois passos do Páteo Valverde, em Azambuja, nasceu um espaço comercial com três dezenas de lojas, um supermercado, quatro escritórios, um ginásio e uma sala de cinema com mais de 120 lugares. Lojistas e visitantes dispõem de estacionamento gratuito na cave do edifício. A edificação contempla ainda uma zona habitacional com 44 fogos com acabamentos de primeira e onde a construção é marcada por pormenores que garantem que todos os apartamentos sejam contemplados com o sol.O projecto do arquitecto Sousa Lopes mereceu os aplausos dos promotores Orlando e Fernanda Monteiro, da câmara municipal e de mais de uma centena de convidados que esteve na inauguração na sexta-feira, 10 de Dezembro.A zona comercial do Atrium de Azambuja é um espaço moderno, iluminado pela luz exterior e onde as cores vivas transmitem alegria e optimismo. Nesta época não podia faltar uma árvore de Natal e um presépio que ornamentam o átrio do espaço comercial.No Atrium é possível saborear a comida caseira, comprar roupas, electrodomésticos, jornais e um vasto conjunto de produtos e serviços. Em breve poderá fazer as compras para a casa num supermercado e assistir ao filme do momento na mais nova das salas da Lusomundo.O presidente da câmara aplaudiu a ideia. Joaquim Ramos colocou este investimento privado no programa de requalificação do centro de Azambuja e garantiu que vai levar o projecto até ao fim. Nas entrelinhas anunciou a sua recandidatura. O presidente da Associação de Comerciantes e Empresários de Azambuja, Daniel Claro, anulou eventuais polémicas e considerou que o novo espaço é uma mais valia para o comércio local. “Este tipo de empreendimentos bem dimensionados são benéficos e a sua qualidade merece o reconhecimento da nossa associação”, disse.Orlando Ribeiro e a esposa, proprietários da Grupoide-Construção Civil, Lda., apostaram na concentração do comércio local num espaço confortável. Os promotores pretenderam tornar mais apelativos os espaços comerciais e esperam que a população de Azambuja e da região responda ao apelo do presidente da câmara e faça as suas compras no comércio local.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...