uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Eucalipto invade estrada

Eucalipto invade estrada

Ramo provoca acidente de viação e causa danos em Casével

Uma empresa de camionagem pediu uma indemnização à Câmara de Santarém pelos danos causados pela colisão de um camião com um ramo de eucalipto que, alegadamente, está a menos de quatro metros do solo.

Edição de 15.12.2004 | Sociedade
Um eucalipto de grandes dimensões, que ao longo dos anos cresceu descontroladamente e ocupou parte da via pública, provocou recentemente estragos consideráveis na galera frigorífica de um pesado de mercadorias que circulava na Estrada Municipal 567, no lugar de Alqueidão, entre as localidades de Sobral e Casével, no concelho de Santarém.No dia 19 de Outubro, o camião da empresa Transportes de Mercadorias Vascormendes, com sede em Secorio, freguesia de Moçarria, concelho de Santarém, embateu com a parte superior da galera frigorífica na pernada de um eucalipto existente entre as bombas de gasolina e a antiga escola primária. O obstáculo está em plena via pública e a menos de quatro metros do solo.Ao aperceber-se que a pernada da árvore estava em plena via pública, o motorista ainda se tentou desviar para a faixa contrária, mas não o pôde fazer porque vinha uma viatura em sentido contrário. Apesar de ter travado de imediato, a parte superior da galera embateu no eucalipto provocando estragos a rondar os mil euros.Como a árvore se encontra junto a uma estrada municipal, os responsáveis da empresa enviaram uma carta à Junta de Freguesia de Casével, onde alertavam para os perigos da situação e reclamavam o ressarcimento pelos danos causados, no valor de 1254 euros, respeitantes à reparação da galera e aos dois dias de paralisação da viatura.“Mesmo que não paguem os prejuízos, pelo menos que cortem a pernada do eucalipto. Se calhar estão à espera que aconteça um acidente mais grave para depois fazerem então alguma coisa”, refere António Vasco Cintrão, um dos sócios da empresa proprietária do camião.A junta de freguesia, que há vários anos vem alertando para o problema, decidiu remeter a carta da empresa à Câmara de Santarém, responsável pela manutenção e conservação da estrada. O presidente da Junta de Casével, Diamantino Vicente, recorda que ainda há cerca de mês e meio, aquando da reunião do orçamento participativo realizada na freguesia, levou o presidente da câmara ao local mas até ao momento nada foi feito.Diamantino Vicente diz que já teve conhecimento informal de outros acidentes ocorridos no local e avisa que, se nada for feito, qualquer dia nem os transportes públicos podem circular no local. “Se a junta tivesse meios já tinha cortado a tranca há muito tempo” refere o autarca. Na pernada do eucalipto que está na via pública são visíveis várias marcas de outros choques de viaturas.O caso deste eucalipto não é único da freguesia de Casével. Na mesma estrada municipal, uns quilómetros mais à frente, na zona da Quinta do Azedo, há um sobreiro que também tem pernadas na estrada que estão há vários anos por cortar.“Quando a estrada estava a ser pavimentada, em 2001-2002, estivemos lá com os técnicos, falámos com os proprietários do terreno, que autorizaram o corte da pernada, mas até ao momento a câmara não veio cortar”, esclarece Diamantino Vicente.Contactado pelo nosso jornal, o vice-presidente da Câmara Municipal de Santarém, Manuel Afonso, diz que teve conhecimento da carta enviada pela Junta de Freguesia de Casével apenas no dia 7 deste mês. Após ter verificado as fotografias que acompanhavam a exposição emitiu um despacho para que as ramadas do eucalipto e do sobreiro fossem cortadas.Quanto à indemnização pedida pela empresa de transportes, Manuel Afonso diz que o pedido, após parecer do gabinete jurídico da autarquia, vai ser remetido para a companhia de seguros. No entanto, será ainda feita uma avaliação no local, onde se verificará a altura da ramada do eucalipto para confirmar se a mesma está abaixo da distância legal, que é de quatro metros e meio em relação ao solo.
Eucalipto invade estrada

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...