uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Uma bola no cesto da solidariedade

Jogadores e fãs do basquetebol visitaram crianças no Hospital de Vila Franca

Quatro basquetebolistas da Liga Profissional visitaram as criançase os doentes oncológicos no hospital de Vila Franca de Xira. O clube de fans do basquetebol deixou dois televisores, um cheque, chocolates, autógrafos e uma mensagem de confortoe solidariedade.

Edição de 22.12.2004 | Desporto
Os dois metros de altura de Jorge Coelho não deixam razões para dúvidas. “Ele é jogador de Basquetebol”, comentou uma enfermeira no corredor do Hospital de Vila Franca de Xira. O atleta do Belenenses visitou o hospital na segunda-feira, 20 de Dezembro, acompanhado do seu colega de equipa Mário Jorge e de dois jogadores do Santarém Basket: Miguel Salvador e Ricardo Rodrigues.Os quatro profissionais aceitaram o repto do Clube de Fans de Basquetebol (CFB) e encestaram várias bolas no cesto da solidariedade. “É importante que, principalmente nesta altura, se façam estas visitas”, referiu Miguel Salvador.O presidente do clube, Nelson Tereso, entregou um cheque de 50 euros, patrocinado pela Caixa Geral de Depósitos, à mãe de um bebé que estava internado na unidade de Pediatria. “Escolhemos o doente mais necessitado”, justificou. Com um sorriso radiante, a jovem mãe anunciou que o seu rebento iria ter alta dentro de dias.Para tornar mais agradável a vida dos que ficam, o clube deixou um televisor onde a pequenada vai poder ver os desenhos animados e os seus programas favoritos. A comitiva entregou ainda chocolates, cromos da NBA, revistas do CFB e autógrafos dos quatro jogadores.Na Unidade de Oncologia, o grupo visitou o hospital de dia onde diariamente mais de duas dezenas de doentes oncológicos fazem quimioterapia na esperança de vencer a doença e minimizar o sofrimento. A unidade ganhou um televisor oferta do deputado Fernando Pedro Moutinho, sócio de mérito do Clube de Fans de Basquetebol. “Vem ajudar muito alguns doentes que passam aqui algumas horas”, disse uma das enfermeiras de serviço.Nelson Tereso, líder do CFB, salientou que o clube deixou “uma pequena ajuda” porque é uma estrutura com limitações. O advogado de Alhandra desafiou outras instituições a fazerem o mesmo. “É uma forma de ajudar a melhorar a qualidade de vida dos doentes”, frisou.O CFB foi fundado em 1994, tem sede em Alhandra, e reúne mais de cinco mil sócios em todo o país. O clube já movimentou mais de 250 mil participantes em acções de formação da modalidade. Para além da área desportiva preocupa-se com a componente lúdica e social das crianças e jovens e tem desenvolvido acções de sensibilização e prevenção contra o consumo de tabaco, álcool e drogas.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...