uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Tiago Silva - 20 anos - U. Chamusca

Cromos

Tiago Silva fez a sua formação no União de Chamusca e no CADE. Nas camadas jovens foi sempre um jogador de boa categoria e ao serviço da Selecção Distrital chegou a ganhar o troféu de melhor jogador num torneio inter-selecções disputado em Lisboa. Com a subida a sénior optou por representar o seu primeiro clube - a União de Chamusca, onde é um dos jogadores em maior destaque.

Edição de 29.12.2004 | Desporto
Ainda se joga por amor à camisola?No que me diz respeito ainda vivo com intensidade a camisola do U. Chamusca. No início da época tive um convite de um clube, mas como as condições eram iguais, optei sem qualquer hesitação pela camisola do clube da minha terra.Há uma grande diferença entre jogar num pelado e num relvado?A aplicação da minha parte é a mesma, mas jogar na relva dá outra motivação. E um jogador tecnicamente mais evoluído tem sempre mais possibilidades de mostrar o seu futebol.Alguma vez teve algum problema com algum árbitro em que lhe apetecesse dar-lhe um murro?Já me passou isso pela cabeça várias vezes mas sempre me consegui controlar. Fico mesmo muito chateado quando tenho a certeza de que tenho razão, e o árbitro resolve contrariar-me e assinala falta ou mostra o cartão.E com colegas ou adversários?Este ano não, mas já tive alguns problemas. Apesar de ser uma pessoa muito calma, também não consigo aguentar tudo e também me salta a tampa de vez enquanto.Qual o jogo que marca a sua carreira?O jogo mais marcante foi no campeonato de juniores, quando fomos campeões, em Benavente. Estávamos a perder 4-1 e conseguimos dar a volta ao marcador e ganhámos 5-4.Os jogadores são uns santinhos na véspera dos jogos, ou há sempre uma escapadela?No meu caso respeito ao máximo as indicações do treinador e dos dirigentes. Embora isso às vezes custe um bocado, mas temos que saber respeitar os nossos compromissos.Era capaz de deixar o futebol se a sua namorada lhe pedisse?Penso que não. Mas esse é um pedido que ela não me faz, porque sabe que o que eu mais gosto de fazer é jogar futebol.Fica aborrecido por ficar no banco?Ficar aborrecido fico, porque eu gosto é de estar lá dentro a jogar. Por isso tento dar ainda mais nos treinos para que aconteça o menor número de vezes possível.Gosta mais de trabalhar com um treinador que esteja sempre a gritar, ou com um que tenha uma postura calma?Prefiro um treinador calmo. Mas gosto muito do meu actual treinador, o Mário Lázaro, apesar de ele estar sempre a “martelar-me” a cabeça.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...