uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Nersant dinamiza três fundos comunitários para o Ribatejo

Nersant dinamiza três fundos comunitários para o Ribatejo

Em parceria com entidades italianas e francesas
Edição de 29.12.2004 | Economia
Continuando a sua estratégia de desenvolver acções e projectos em domínios chave para a competitividade das empresas regionais e da própria região, a Associação Empresarial da Região de Santarém - NERSANT está neste momento a implementar um projecto comunitário denominado “EDDT – Reforçar o Desenvolvimento Económico”. Este projecto irá permitir a criação de mais três fundos comunitários para o Ribatejo e constitui-se como um complemento a outros dois projectos actualmente em desenvolvimento: o FAIME – Fundo de Apoio ao Investimento nas Microempresas e o acordo conseguido com o Governo para o reforço do Sistema de Garantia.Este projecto, que irá decorrer até Março de 2007, é desenvolvido em parceria entre três entidades de outras tantas regiões europeias: a Nersant; o Eurobic Toscana Sul (Região da Toscana) – Itália; e o Pays de Haute Provence (Região de Provence, Alpes e Côte d’Azur) – França.Segundo a Nersant, o âmbito de actuação centra-se em torno de três eixos prioritários de intervenção, extremamente importantes para o desenvolvimento sustentado de uma região e que têm sido descuradas ao nível das políticas públicas de desenvolvimento de âmbito regional e até mesmo nacional.O Eixo 1 diz respeito ao fomento da cooperação empresarial e do Marketing Territorial, cujo principal objectivo é o desenvolvimento de “clusters” regionais e a identificação e promoção de uma identidade regional.O Eixo 2 prevê a implementação de mecanismos de apoio à criação e desenvolvimento de micro-empresas, e a melhoria da capacidade de gestão nas micro-empresas.O Eixo 3 contempla o fomento das relações entre empresas e instituições de ensino, promovendo o empreendedorismo, através do fomento da apetência para criar empresas.A particularidade deste projecto é que além das acções de cooperação que serão desenvolvidas pelos parceiros, serão criados três fundos (um em cada eixo de intervenção), que apoia-rão o desenvolvimento, por outras entidades, de projectos que se enquadrem nas prioridades e objectivos definidos para cada um dos eixos.Pretende-se abordar o desenvolvimento regional sobre o aspecto da valorização do potencial endógeno, através da mobilização dos actores locais, em particular das empresas, e pelo reforço das ligações entre todos os actores de uma região.O objectivo final é implementar ferramentas (cooperação, intercâmbios entre escolas e empresas, criação de micro empresas) que permitam ao conjunto dos actores económico e sociais da região, desenvolver as suas ligações, base do desenvolvimento regional sustentado, tão importante e tão dificilmente quantificável.
Nersant dinamiza três fundos comunitários para o Ribatejo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...