uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Luz verde para o pavilhão multiusos do Entroncamento

Edição de 30.12.2004 | Política
O parecer da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDRLVT) sobre o recinto multi-usos no Entroncamento veio esclarecer todas as dúvidas quanto a eventuais irregularidades em relação ao Plano Director Municipal (PDM).A CCDR considera que a localização pretendida – próximo do novo tribunal – está em conformidade com o PDM, dado que o plano municipal de ordenamento do território (PMOT) prevê a “título excepcional” a ocupação em espaço natural. Por estes factos, e também porque não há conflito com o regime transitório da Rede Ecológica Nacional (REN), estão “reunidas as condições” para que o recinto multi-usos possa “ser autorizado no local”.Na assembleia municipal realizada em Novembro este assunto acabou com o abandono da sessão por parte dos vogais socialistas como forma de protesto contra o que entenderam ter sido dito pelo presidente Jaime Ramos (PSD): “Os socialistas não são amigos do Entroncamento”.Em causa estavam noticias publicadas pelo Jornal de Notícias em que Pato das Neves, presidente da concelhia socialista do Entroncamento, levantava dúvidas quanto à localização do multiusos, porque podia ir contra o PDM e se assim fosse a ilegalidade acarretaria a perda de mandato da actual câmara.Na posse do parecer favorável, Jaime Ramos voltou ao assunto e numa carta resposta à tomada de posição do PS, descreveu todo o processo desmentindo que algumas vez tivesse utilizado a expressão de que o acusaram. Afirmou que ela tinha sido “inventada” por João Lérias. E concluiu: “Este procedimento por parte de alguns elementos do PS mais não serviu do que para dar protagonismo ao dr. João Lérias (director de campanha do PS para as autárquicas) e ao eng. Pato das Neves, presidente da concelhia”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...