uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Duas rotundas e duas pontes em cem metros

Duas rotundas e duas pontes em cem metros

Câmara de Torres Novas avança com requalificação do troço urbano da EN 3

A Câmara de Torres Novas vai avançar no próximo ano com a construção de mais duas rotundas e a recuperação de duas pontes, tudo em pouco mais de cem metros de via. As obras inserem-se no âmbito da requalificação da Estrada Nacional 3.

Edição de 29.12.2004 | Sociedade
A Câmara de Torres Novas vai avançar com a requalificação do troço urbano da Estrada Nacional (EN) 3, entre o nó da A23 e a rotunda do Nicho. A obra será feita em quatro fases e a autarquia conta com o apoio financeiro do Grupo Mateus para a primeira fase. Mas o promotor do TorreShopping diz que ainda nada está decidido.“Primeiro queremos saber quanto custa a obra e para isso já pedimos vários orçamentos. Só depois entraremos num acordo com a câmara”, disse a O MIRANTE Pedro Mateus, um dos sócios do centro comercial.A obra a que Pedro Mateus se refere é a construção de uma nova rotunda mesmo em frente ao TorreShopping, onde hoje se encontra o cruzamento para a variante do Bom Amor e Estrada Nacional 349, no sentido de Ourém.A Câmara de Torres Novas pretende que a rotunda que irá substituir o cruzamento e toda a zona envolvente seja financiada pelo grupo Mateus, uma vez que trará benefícios, em termos de escoamento do trânsito para o centro comercial.O facto de os promotores do TorreShopping quererem inaugurar o empreendimento em Março faz com que a autarquia torrejana aponte a nova rotunda como obra prioritária no âmbito da requalificação do troço urbano da EN3.O projecto de requalificação entre o nó da A23/Ritonicho foi aprovado na reunião de câmara de 16 de Novembro e está dividido em quatro fases, sendo a primeira a rotunda junto ao centro comercial. De acordo com uma fonte camarária, a conclusão da obra está prevista para o primeiro trimestre do próximo ano.O segundo troço a ser arranjado, cuja conclusão se aponta para o Verão de 2005, é a requalificação da estrada entre a saída da A23 e a chamada Ponte Nova. As obras incluem uma intervenção profunda na ponte, com a construção de uma obra de arte e o aparecimento de mais uma rotunda, esta no cruzamento da EN3 com o nó de saída da A23 e a estrada para Vila Cardílio.Uma rotunda há muito exigida por quem ali passa diariamente, devido à perigosidade do local onde se têm de cruzar veículos vindos de cinco direcções. A oposição camarária há muito que também exige a construção de uma rotunda no local, devido aos acidentes frequentes ali verificados, mas só agora a autarquia decidiu avançar.A terceira fase da requalificação urbana da EN3 diz respeito ao troço entre o actual cruzamento para Ourém e a rotunda junto ao restaurante Ritonicho, com a reconstrução da velha e degradada ponte sobre a ribeira.O quarto e último troço a ser requalificado é o que liga o nó de saída da A23 até à rotunda sul, que dá acesso à zona alta da cidade. Segundo a mesma fonte, a via irá ser alargada e o pavimento melhorado.O responsável autárquico afirmou ao nosso jornal que o projecto, nas suas quatro fases, deverá estar concluído até ao final do próximo ano.Para tal, a Câmara de Torres Novas já incluiu no seu orçamento 2,4 milhões de euros, um milhão em 2005 e mais 1,4 milhões em 2006.Além destas obras, o nó da A23 vai levar iluminação em todo o seu percurso, uma obra orçada em 115 mil euros e totalmente financiada pelo Instituto de Estradas de Portugal (IEP), através da Direcção de Estradas de Santarém.A iluminação do nó da A23 insere-se nas contrapartidas dadas pela Direcção de Estradas de Santarém pela transferência do troço urbano da Nacional 3 para as mãos da autarquia de Torres Novas, concretizada há já dois anos.Margarida Cabeleira
Duas rotundas e duas pontes em cem metros

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...