uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Um morto e um ferido grave durante o Natal

Um morto e um ferido grave durante o Natal

Brigada de Trânsito e GNR registaram um total de 18 acidentes no distrito
Edição de 29.12.2004 | Sociedade
A Brigada de Trânsito (BT) de Santarém registou nas estradas da região 15 acidentes com 9 feridos ligeiros durante a “Operação Natal”, que decorreu de 23 a 26 de Dezembro. A GNR territorial deu conta de 3 acidentes com um morto e dois feridos, um deles com gravidade. O maior número de acidentes deu-se na Auto-Estrada 1 (Lisboa-Porto), na área de Santarém. Na A23, entre o nó com a A1 em Torres Novas e Abrantes, registou-se apenas um desastre sem grandes consequências. Este ocorreu ao quilómetro 3, perto das portagens. Outro acidente ocorreu no último dia da operação na Estrada Nacional 362, em Romeira, concelho de Santarém, do qual resultaram quatro feridos. O acidente com o morto aconteceu devido a um despiste em Benfica do Ribatejo (Almeirim), perto da Quinta de Santa Marta. Foi o primeiro da Operação Natal, às cinco da manhã de dia 24. A Brigada de Trânsito empenhou 50 militares e duas dezenas de viaturas neste período, concentrando-se a maior parte na Auto-Estrada 1, onde o trânsito rodou com grande intensidade. No entender do comandante da BT de Santarém, capitão José Rosa, o balanço é positivo. E para isso contribuíram as boas condições atmosféricas e o patrulhamento intensivo. “Ajudou muito o facto de não ter chovido, sabendo-se que os condutores muitas vezes não adequam a velocidade do veículo às características do tempo e ao piso molhado e escorregadio”, sublinhou o oficial, revelando que o horário em que ocorrem mais acidentes é entre as 16h00 e as 20h00 em qualquer dos dias. No período de 23 a 26 de Dezembro a BT esteve também atenta às infracções. Apesar de não haver nenhuma campanha de fiscalização específica para o controlo do alcoolismo, foram apanhadas duas pessoas a conduzir sob o efeito do álcool com uma taxa superior à permitida por lei (0,5g por litro de sangue).O maior número de infracções esteva na velocidade acima dos limites máximos, com 97 condutores autuados. Outras dez pessoas foram multadas por não usarem cinto de segurança. Sete foram apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduziam. A BT registou ainda seis casos de uso indevido das luzes das viaturas e um carro que circulava com pneus que não estavam em condições de segurança. Três foi o número de automobilistas vistos a fazerem ultrapassagens irregulares, infracção pela qual foram punidos. A nível nacional a Brigada registou um total de nove mortos nas estradas, num total de 1.206 acidentes contabilizados nos quatro dias da Operação Natal. Houve ainda um total de 21 feridos graves e 348 ligeiros. Comparativamente com igual período de 2003, em que morreram 12 pessoas nas estradas portuguesas, os acidentes de viação causaram este ano menos três vítimas mortais.
Um morto e um ferido grave durante o Natal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...