uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

António Bernardes

“Nunca vi um jogo de futebol na minha vida. Já tentaram levar-me várias vezes ao Benfica, já tentaram levar-me a um jogo do Porto para uma espécie de um baptismo, mas não conseguiram."

Empresário do ramo imobiliário, 49 anos, Santarém

Edição de 04.01.2005 | Agora falo eu
Alguma vez pensou em frequentar um ginásio para manter a forma?Eu frequento um ginásio para manter a forma. Houve uma altura que era quase todos os dias. Agora já lá não vou há algum tempo, mas a partir deste mês vou voltar, porque noto que me faz falta fazer exercício.Que presente é que gostou mais de receber no Natal que passou?O melhor presente foi ter a família reunida na minha casa. Recebi também um CD que já tinha dito que gostaria de ter e que a minha filha acabou por me oferecer.Costuma investir no Euromilhões?O mínimo. Não sou jogador por natureza e nunca tive sorte ao jogo. Nunca fiz um três no Totoloto.Os homens preferem as louras?É uma questão de gosto, que não tem nada a ver com aquela coisa da loira ser estúpida… As pessoas são aquilo que são. Há louras burras e há morenas burras, tal como em relação aos homens…Acha que devia ser permitido o casamento entre homossexuais em Portugal?Acho que não, de maneira nenhuma. Isso está banido do meu pensamento, completamente!Costuma dar boleias?Não, a não ser que seja uma pessoa conhecida. Mas por norma não dou. Por uma questão de segurança, minha e das próprias pessoas. Porque se houver um acidente tenho de responder pelos outros.E gorjeta aos arrumadores?Também não. Se o convidassem para integrar uma lista nas eleições autárquicas, aceitava?No fim de saber quem eram os componentes da lista, talvez… Porque em anos anteriores fui convidado e reparei que a política é tão suja, tão suja que teria que saber primeiro quem eram as pessoas. O mal da política é haver maus políticos. Pessoas que vão para se governarem e para se protegerem e não para trabalhar pela sua terra.Porque é que os portugueses acreditam cada vez menos nos políticos?Porque os políticos são mentirosos demais. São mentirosos compulsivos. Ou prometem e fazem ou então não prometem e tentam fazer, que acho que é o melhor. Quem é que gostava de ver como primeiro-ministro de Portugal?Gostava de ver o José Sócrates. Que conseguisse dar uma volta a este país, que bem precisa.O que é que aconteceu em 2004 que não gostava que se repetisse em 2005?Aquela catástrofe que afectou a Tailândia e outros países dessa região. Que não apareça nada parecido…Vai contribuir para ajudar as vítimas do maremoto?Sim, vou contribuir através de uma conta bancária. O mundo deve estar solidário.Usar fato e gravata é um sacrifício ou é um dos ossos do ofício?Não é um sacrifício. Tanto uso fato e gravata como roupa normal.Nunca pensou em emigrar?Muitas vezes, quando era mais novo. Agora já não o faria. Mas se emigrasse era para o Brasil. Deve ser um maná. Lá tudo dá e para uma pessoa que saiba gerir o seu dinheiro deve valer a pena.Já foi ver algum jogo de futebol da União de Santarém?Com 49 anos nunca vi um jogo de futebol na minha vida. Nem na televisão. Não sei sequer como é. Já tentaram levar-me várias vezes ao Benfica, já tentaram levar-me a um jogo do Porto para uma espécie de um baptismo, mas não conseguiram. Dizem que devo ser um caso único em Portugal. Nunca vi um jogo de futebol nem na televisão.Era capaz de se levantar a meio da madrugada para ir à caça ou à pesca?Não. Não sou pescador nem caçador. Acho que os bichinhos estão bem é lá no meio do mato. Se lhe oferecessem um curso de pára-quedismo aceitava?Cheguei a frequentar um cá em Santarém, há uns anos, mas quando chegou a altura dos saltos já não fui. Gosto mais de andar com os pés assentes no chão.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...