uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Santarém afundou na Madeira

Equipa escalabitana perdeu 86-82 com o CAB
Edição de 12.01.2005 | Desporto
O Santarém Basket esteve perto de conseguir a sua quarta vitória na liga profissional de basquetebol. Jogando na Madeira, frente ao Clube Amigos do Basket (CAB), a equipa escalabitana discutiu o resultado até aos últimos segundos e perdeu por escassos quatro pontos (86-82) frente a uma equipa madeirense que ocupa a última posição no campeonato mas está reforçada com novos jogadores.O jogo começou animado, com os jogadores das duas equipas empenhados e a proporcionarem um bom espectáculo. Tiago Barreiro e Luís Machado, do Santarém, e Seco Camara, do CAB, mostraram nos primeiros minutos estarem com a pontaria afinada. Os madeirenses centravam o jogo interior no poderoso Ike Nwankwo, que raramente foi parado por Nick Neumann. O atleta do Santarém sentiu bastantes dificuldades em parar o gigante nigeriano.A rapidez de Tiago Barreiro pautava o jogo dos ribatejanos e desequilibrava com assistência notáveis. O espectro de nova derrota para a turma madeirense pairava no ar no final do primeiro período, com vantagem para o Santarém a cifrar-se em seis pontos (24-18). No segundo período, o CAB entrou melhor, aproveitando o desacerto defensivo do Santarém, pois muito cedo Nick Neumann averbou a terceira falta, na tentativa de parar Ike. Aos dois minutos e trinta segundos do segundo período já o CAB tinha tomado a dianteira do marcador, 27-26. O Santarém perdeu poder no jogo interior, mas Luís Machado levou a equipa às costas e os escalabitanos nunca deixaram os homens da casa fugir no marcador, pelo que o resultado ao intervalo (44-41) deixava tudo em aberto. Na segunda parte, o CAB, já com o novo reforço Scott Stewart a comandar o ataque subiu de rendimento e sem Nick Neumann foi Ivan Tilev que tentou parar o gigante Ike. E nem se saiu mal. Nos últimos dez minutos, Miguel Salvador, com um triplo, colocou o Santarém a apenas um ponto, 68-69. Tudo corria de feição à equipa de José Monteiro até que Francisco Fernandes foi excluído quando estavam jogados 4 minutos da última etapa. A partida parecia decidida quando o CAB chegou a ter quatro pontos de avanço, mas os escalabitanos acreditaram até aos últimos segundos, quando Luís Machado falhou o triplo que daria o empate. O CAB venceu por 86-82 e somou desta forma a sua segunda vitória na prova, menos uma que o Santarém Basket que ocupa o nono lugar.Sem argumentos e sem reforços, o treinador da equipa de Santarém, José Monteiro, ficou resignado com o resultado e com a entrega dos seus atletas. “Foi um jogo bastante discutido. Eu sei que os argumentos do CAB são muito mais fortes que os do Santarém. De qualquer maneira penso que em termos psicológicos, o CAB precisava muito desta vitória porque ainda só tinha ganho um jogo. A minha rapaziada já tem três vitórias, não é estejamos a fazer grande feito, mas temos sabido gerir estas emoções no sentido de tirar alguma da pressão e considerarmos cada vitória um feito para o nosso clube e para o nosso grupo”, comentou.No próximo fim-de-semana, o Santarém joga fora, desta feita com o Ginásio Figueirense.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...