uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Camião puxou fios e trouxe fachada atrás

Camião puxou fios e trouxe fachada atrás

Quatro pessoas realojadas devido ao risco de desabamento de prédio em Santarém

O descuido do motorista de um camião provocou danos na fachada de um prédio em Santarém. Quatro pessoas tiveram de ser realojadas devido ao risco de desmoronamento da estrutura.

Edição de 12.01.2005 | Sociedade
Quatro pessoas tiveram de ser realojadas no dia 4 de Janeiro devido ao risco de ruína de parte da fachada do prédio onde habitam, na Rua Alexandre Herculano, em Santarém. Os lesados ficaram instalados em casa de familiares, devendo regressar a suas casas durante esta semana.Os danos na parte superior do prédio foram causados, a meio dessa manhã, por um camião basculante que tocou e provocou tensão no fio de electricidade que estava fixo à fachada do prédio afectado. O efeito de tracção provocado pela tensão do cabo eléctrico fez ceder parte da fachada, que ficou em risco de se desmoronar para a via pública. O veículo descarregava areia numa obra em frente ao edifício afectado.Como nenhum dos inquilinos se encontrava em casa, foi uma vizinha que deu o alerta às autoridades, já cerca das 14h30, quando deu conta do tamanho da fissura provocada pelo efeito de tracção. Júlia Pais deu conta de que algo de estranho se estava a passar quando ouviu um grande estrondo a meio da manhã, entre as 10h30 e as 11h00. “Estava um camião muito grande a descarregar areia na obra, levantou a parte de trás e bateu nos fios”, conta. O poste em madeira que sustentava os fios junto à obra acabou por cair com a pressão, mas a moradora não notou qualquer dano na casa do outro lado da estrada, em cuja fachada os cabos estavam fixados.O poste foi colocado na posição correcta e o camião abandonou a obra. “Foram-se embora e deixavam aquilo assim”, diz a vizinha. Só já depois de almoço é que Júlia Pais se apercebeu da grande fenda na fachada junto ao telhado do prédio vizinho. Entretanto foram avisados os moradores e as autoridades. PSP e bombeiros compareceram no local, tendo decidido cortar o trânsito no sentido ascendente até sexta-feira para evitar possíveis danos causados pela ruína da estrutura. Essa situação causou grandes constrangimentos no acesso ao planalto e causou engarrafamentos nas horas de ponta nas vias alternativas.O piso superior, onde vive um casal e uma filha, ficou ainda com alguns danos no interior, designadamente fendas nas paredes. Jesuína Ferreira Silva, moradora no piso superior – no rés-do-chão vive uma senhora já de idade que, tal como os vizinhos, foi realojada em casa de familiares -, ainda estava meio aturdida com a surpresa e só queria ver a casa reparada. O que acabou por acontecer durante o fim-de-semana.A empresa responsável pela obra onde o camião operava, após ser confrontada com o sucedido pelas autoridades, assumiu de imediato a reparação dos estragos, conforme disse ao nosso jornal o responsável pelo gabinete municipal de protecção civil, Pedro Carvalho. Os trabalhos de reparação fachada começaram logo no dia seguinte.
Camião puxou fios e trouxe fachada atrás

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...