uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Estradas danificadas vão ser arranjadas

Estradas danificadas vão ser arranjadas

Consórcio que requalifica Linha do Norte compromete-se a construir de raiz vias rodoviárias em quatro freguesias de Tomar

A Refer e o consórcio que está a realizar a requalificação da Linha do Norte na zona de Tomar assumiram que irão construir de raiz as estradas de quatro freguesias do concelho danificadas pela passagem diária dos camiões da obra.

Edição de 12.01.2005 | Sociedade
A Câmara de Tomar e quatro das freguesias do concelho tiveram na semana passada a garantia da Refer e do consórcio responsável pela construção da Linha do Norte, no troço Entroncamento/Albergaria-dos-Doze, que as estradas danificadas pela passagem dos camiões irão ser reconstruídas, com a realização de novas fundações.Há já alguns meses que várias estradas e caminhos das freguesias de Beselga, Madalena, Paialvo e Sabacheira se tornaram quase intransitáveis devido à passagem diária de camiões carregados de pedra, areia, brita e betão. Boa parte da sinalização vertical foi arrancada e algumas pontes estão no limite, em termos de conservação.Uma situação que tem gerado muita polémica na população, com os presidentes de junta a levarem por tabela e a fazerem chegar esse descontentamento ao presidente do município.Perante a inutilidade da sinalização colocada recentemente pela autarquia, uma vez que os condutores dos camiões têm “fechado os olhos” à proibição de circulação de veículos com mais de 12 toneladas, o município decidiu tomar medidas mais drásticas.Numa reunião efectuada na semana passada, com responsáveis da Refer, do consórcio que está a requalificar a linha e presidentes das quatro freguesias, a Câmara de Tomar afirmou já não querer só a pavimentação das estradas. Pretende que elas sejam reconstruídas nas suas fundações e passou essa responsabilidade para a Refer.Uma exigência aceite pela dona da obra. Na reunião, a Refer e o consórcio construtor assumiram que após a conclusão do novo troço, prevista para o Verão, as estradas, caminhos e pontes danificadas no decorrer da obra serão por si reconstruídas – fundações e preparação de solos - comprometendo-se o município a pavimentá-las.A Refer e o consórcio construtor assumiram ainda o compromisso de, para já, arranjarem minimamente as estradas danificadas, de modo a torná-las transitáveis para a normal circulação automóvel.Apesar do compromisso ser ainda verbal, o município de Tomar quer passá-lo para o papel numa próxima reunião entre as partes envolvidas na questão, que será concretizada após o levantamento exaustivo do número de estradas e pontos danificadas nas quatro freguesias que são atravessadas pela Linha ferroviária do Norte. As contas ainda não estão feitas mas tudo indica que o consórcio responsável pela requalificação da linha terá de reconstruir mais de uma dezenas de estradas e caminhos municipais no concelho de Tomar.
Estradas danificadas vão ser arranjadas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...