uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vitória do Grande Mestre Sérgio Rocha

Vitória do Grande Mestre Sérgio Rocha

Festival Internacional de Xadrez de Torres Novas

A Alcaidaria do Castelo de Torres Novas recebeu durante a última semana alguns dos nomes sonantes do xadrez nacional e internacional. Segundo a organização, os objectivos de divulgar a modalidade numa cidade com três clubes que se dedicam à modalidade, foram conseguidos.

Edição de 19.01.2005 | Desporto
O Grande Mestre Português Sérgio Rocha, do Barreirense/BNC, foi o grande vencedor do primeiro Torneio Internacional de Mestre de Xadrez “Município de Torres Novas”, uma prova de categoria 4, uma das mais altas da Federação Internacional de Xadrez e que permitia a possibilidade de atribuição de normas de Mestre Internacional, mas a que nenhum dos grandes mestres presentes conseguiu chegar.Na prova, que decorreu 10 a 16 de Janeiro, na Alcaidaria do Castelo, em Torres Novas, e que contou em paralelo com uma prova Open, participaram meia centena de jogadores de xadrez portugueses e estrangeiros.O vencedor, Sérgio Rocha, terminou a prova empatado com o Grande Mestre, Karen Movsiziszian, da Arménia, mas beneficiou da quarta cláusula de desempate, e teve a sua melhor vitória logo na primeira jornada quando venceu o Grande Mestre Veingold, da Estónia.A Alcaidaria do Castelo, onde funcionou durante todos os dias do torneio uma exposição de livros e jogos de xadrez, e teve continuamente a crepitar um lume acolhedor na grande lareira, serviu também para o torneio aberto, que reuniu quatro dezenas de praticantes, muitos deles de clubes de xadrez da região, e também alguns dos melhores xadrezistas portugueses.Este torneio, que integrava o “Circuito Jogar Xadrez, Descobrir Portugal”, organizado pela “MaisXadrez”, foi ganho pelo Grande Mestre Luís Galego, do Boavista. Em segundo lugar ficaram Stephane Silva, do S.J. Madeira e Vítor Guerra, de Caneças, Vladimir Melnik, da Benedita e Paulo Felizes, de Vale de Cambra.José Barreto, um xadrezista da Associação Desportiva e Recreativa do Zona Alta de Torres Novas e Carlos Carneiro, da “MaisXadrez”, foram os obreiros da organização deste torneio internacional em Torres Novas. Contaram com a colaboração da câmara municipal, das juntas de freguesia e de um vasto número de empresas da cidade, e garantiram que os objectivos que estiveram subjacentes à realização do torneio foram alcançados.“O objectivo era dar a conhecer que em Torres Novas existem três clubes de xadrez: o Zona Alta, o Grupo de Xadrez de Torres Novas e o Grupo de Xadrez do Cine Clube,. E com um torneio desta categoria ter a possibilidade de trazer para esses clubes mais jovens jogadores”, afirmou José Barreto, que acrescentou que pelo número de pessoas interessados que passaram pela Alcaidaria, foram objectivos claramente atingidos, e tudo aponta que este seja um festival que ganhou raízes.Um outro objectivo do torneio aberto é promover o turismo, daí estar integrado num circuito que conta com doze provas anuais. O torneio de Torres Novas foi o segundo do circuito, e para além dos prémios monetários que foram atribuídos, contou com uma visita guiada à região.A classificação final do torneio de grandes mestres ficou assim ordenada: 1º Sérgio Rocha (Portugal), 6 pontos; 2º Karen Movsziszian (Arménia), 6 pontos; 3º Maurício Vassallo (Espanha), 5,5 pontos; 4º Rui Dâmaso (Portugal), 5,5 pontos; 5º João Leonardo (Portugal), 5 pontos; 6º. Aleksandr Veingold (Estónia), 5 pontos; 7º António Fróis (Portugal), 3,5 pontos; 8º Roman Chemeris (Ucrânia), 3 pontos; 9º Diogo Alho (Portugal), 3 pontos; 10º Jorge Molina (Bolívia), 2,5 pontos.
Vitória do Grande Mestre Sérgio Rocha

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...