uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Um negócio complicado

Construção da delegação em São Domingos divide Junta de Freguesia de São Nicolau
Edição de 19.01.2005 | Política
A Junta de Freguesia de São Nicolau, em Santarém, vai instalar uma delegação da autarquia nos prédios da cooperativa de habitação Habijovem, em São Domingos, o bairro mais populoso da freguesia.A nova delegação vai ficar instalada numa das lojas por concluir dos prédios da Habijovem e que estava destinada a espaços sociais. O negócio já está acertado e a junta vai pagar um preço simbólico de cem euros pela compra do espaço, que tem uma área de cerca de 200 metros quadrados. A escritura está marcada para esta quinta-feira, dia 20, e o presidente da junta , Luís Arrais (PSD), acredita que a inauguração vai acontecer ainda durante o primeiro semestre deste ano.No entanto, o negócio está envolto em polémica. Como O MIRANTE noticiou na última edição, os elementos do PS chumbaram o Orçamento e o Plano Plurianual de Investimentos.Em declarações ao nosso jornal, Francisco Patrício (PS), secretário da junta, justificou o voto contra pelo facto de a escritura ser proposta no regime de compropriedade entre a autarquia e a Associação de Ginástica de Santarém (AGS), que ficará com quase metade do espaço. Este modelo de negócio tinha sido aprovado numa reunião entre elementos da Habijovem, da junta e da associação, pelo facto do espaço estar registado apenas como uma fracção, não podendo ser vendido separadamente. Fonte da Habijovem revelou ao nosso jornal que ficou acordado entre as partes que posteriormente se procederia à divisão do espaço em duas fracções, uma para a junta e outra para a associação.Só que os socialistas recusaram este cenário, que consideram pouco claro. “Porque é que não se faz primeiro a divisão do espaço, cada um fica com a sua fracção autónoma e depois faz-se a escritura? Porquê esta pressa?”, questiona Francisco Patrício.Em resposta, o presidente da Junta de Freguesia de São Nicolau diz que esta era a forma mais rápida de avançar com a instalação da delegação, uma necessidade dos habitantes de São Domingos para a qual a autarquia já tem aprovada uma comparticipação de cerca de 13 mil euros. O autarca lamenta que na assembleia de freguesia nunca ninguém tenha colocado em causa o regime de compropriedade e só agora venham com essa explicação.Só na reunião da junta de freguesia de sexta-feira, PSD e PS chegaram finalmente a acordo. Por proposta de Francisco Patrício, aprovada por unanimidade, a assinatura vai ser feita entre a junta e a Habijovem, havendo um documento adicional entre estas duas partes que se comprometem a proceder à divisão do espaço em duas fracções - uma delas para a junta e outra para a associação desportiva.Vítor Varejão, presidente da Associação de Ginástica de Santarém, não se quis pronunciar sobre o diferendo político mas garante que a AGS, conhecendo as pessoas em questão, não quer colocar qualquer entrave ao negócio, desde que fique documentada a posterior cedência de uma fracção, pela qual a associação irá pagar 25 mil euros à Habijovem.Com este acordo fica aberto caminho à aprovação do orçamento da junta, que deverá ser apresentado numa reunião a convocar brevemente. Luís Arrais afirmou ao nosso jornal que não entra em jogos partidários e irá apresentar o mesmo documento, mas como a questão levantada pelo PS está ultrapassada, os socialistas irão votar a favor. Situação confirmada ao nosso jornal por Francisco Patrício.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...