uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Levaram caixa multibanco em camioneta furtada

Roubo insólito em Casével com recurso a “ferramentas” furtadas

Uma caixa Multibanco de Casével foi levada por desconhecidos e transportada num veículo roubado a um empresário de São Vicente do Paul. O lesado viu os ladrões passarem à porta de sua casa na sua própria camioneta, carregando a caixa automática.

Edição de 19.01.2005 | Sociedade
Três homens assaltaram a caixa multibanco instalada na colectividade de Casével, concelho de Santarém. Os ladrões não se limitaram a tirar o dinheiro do equipamento. Carregaram a máquina com uma empilhadora roubada numa empresa situada a oito quilómetros e desapareceram com o aparelho numa camioneta furtada do mesmo local. Eram quatro da manhã de quinta-feira, 13, quando o filho de Cipriano Gonçalves viu a empilhadora e a camioneta do pai passarem na estrada. De imediato deu o alerta e Cipriano verificou que as viaturas tinham desaparecido do estaleiro de materiais de construção de que é proprietário e que se situa ao lado da sua habitação, em S. Vicente do Paul, Santarém. Os ladrões entraram no local arrombando o portão. Depois de retirarem os veículos, que estavam com a chave na ignição, tiveram o cuidado de fechar o portão do estaleiro. Cipriano Gonçalves telefonou para a GNR que enviou uma patrulha do posto de Alcanena para tomar conta da ocorrência. Estranhando a demora da Guarda, o empresário voltou a telefonar e foi informado que a patrulha tinha sido desviada para Casével porque estavam a assaltar o Multibanco. Passava das 04h30 quando Cipriano Gonçalves se preparava para ir à procura das viaturas. Foi nessa altura que viu passar à porta de casa a sua camioneta com a caixa Multibanco em cima. Um tiro disparado para o ar pelos assaltantes intimidou o empresário de encetar a perseguição. Os homens usaram a camioneta para partir a parede onde estava o Multibanco da Caixa Agrícola de Pernes. Atiraram a caixa de carga da camioneta Mitsubishi Canter contra a parede, abrindo um buraco. Depois, com a empilhadora tiraram-na do local. Segundo testemunhas, a caixa tinha sido carregada com dinheiro nesse dia. O montante que se encontrava no seu interior não foi divulgado.Uma vizinha que mora em frente ao local, assustada com o barulho, foi à janela ver o que se estava a passar. Mas foi intimidada com disparos para o ar. Até ao fecho desta edição continuava desaparecida a camioneta usada no assalto, com a matrícula 73-01-CH.Outras caixas assaltadas na regiãoOs assaltos a caixas Multibanco começam a ser frequentes. Na madrugada de 31 de Outubro último foi a vez da máquina instalada na sede de Junta de Freguesia de Santana do Mato, Coruche. Com recurso a uma rebarbadora, indivíduos desconhecidos serraram um quadrado em redor da tranca da caixa, que tinha uma espessura de muitos centímetros de betão e ferro, levando cerca de 17.500 euros. A capacidade de uma caixa é de cerca de 40 mil euros. No dia 30 de Novembro desapareceram 1.600 euros do cofre da caixa Multibanco instalada junto ao Hospital de Vila Franca de Xira. O dinheiro terá sido retirado por alguém que conhecia o código de segurança do cofre, já que não havia sinais de arrombamento. Caixa de Pernes com pouca sorteA Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Pernes, a quem pertencia o Multibanco, já tinha sido assaltada no início do ano passado. Três homens encapuçados entraram nas instalações do banco na tarde de terça-feira, 9 de Março de 2004. O assalto durou cerca de três minutos. Os assaltantes estavam armados com caçadeiras. Os elementos contaram com a cumplicidade de outro homem que os esperou à entrada do estabelecimento bancário numa carrinha Audi. Nessa altura, encontravam-se dentro da dependência três funcionários e seis clientes que foram obrigados a deitar-se no chão. A quantidade de dinheiro roubada não foi comunicada.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...