uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Restos de comida transformados em energia

Edição de 19.01.2005 | Sociedade
Os restos de comida, flores e plantas de 600 estabelecimentos da cidade de Lisboa vão ser recolhidos a partir de Fevereiro e transformados em energia eléctrica. A empresa de tratamento de resíduos Valorsul pretende alargar a experiência a outros municípios, entre os quais, Vila Franca de Xira a curto prazo.Entre os estabelecimentos seleccionados contam-se restaurantes, hotéis, cantinas, mercados e supermercados.A recolha selectiva do lixo vai ser feita porta-a-porta a partir do próximo mês e permite a produção de energia eléctrica a partir do biogás resultante do tratamento dos resíduos orgânicos.Segundo a Valorsul, os resíduos orgânicos vão ser ainda transformados em composto para a agricultura.Aos cerca de 600 estabelecimentos seleccionados, a Valorsul vai distribuir gratuitamente contentores para a colocação dos resíduos.“A recolha terá início em Fevereiro e será realizada seis dias por semana, de segunda-feira a sábado”, adiantou a Valorsul.Este projecto integra-se no Programa de Recolha Selectiva de Matéria Orgânica, que pretende aumentar este ano o número de locais abrangidos.Além de Lisboa, a Valorsul pretende alargar o projecto aos outros municípios da sua área de influência: Amadora, Loures e Vila Franca de Xira.Os resíduos orgânicos recolhidos serão encaminhados para a nova unidade da Valorsul, a Estação de Tratamento e Valorização Orgânica em S.Brás, na Amadora.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...