uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Sportinguista ferrenho e cozinheiro de eleição

Miguel Relvas, cabeça de lista do PSD
Edição de 26.01.2005 | Debate Candidatos
Basta estar cinco minutos com Miguel Relvas para perceber os seus dotes de comunicador. O secretário-geral do PSD não chegou a acabar o curso de Direito para se dedicar de corpo e alma à política. Tem 42 anos, é um sportinguista ferrenho e um homem que gosta das coisas positivas da vida. Uma das imagens que o tornou conhecido foi o de andar com três telemóveis que tocavam ao mesmo tempo e que Relvas ia atendendo em simultâneo. A imagem que transmite é a de uma pessoa enérgica, simples, que mete conversa com toda a gente e que está sempre com boa disposição. Tem o hábito de fazer desporto três vezes por semana num ginásio, para queimar calorias e afastar a pressão que vai acumulando ao longo dos dias de trabalho. Gosta de se apresentar bem vestido e procura seguir as tendências da moda. Gosta de comprar as roupas, preferindo as azuis e as de cor de vinho tinto. Considerando-se um cliente do lado positivo da vida, tem como grande objectivo ser feliz. Odeia os que andam sempre com ar pesaroso. A cozinha é o seu refúgio. Gosta de cozinhar e chega a dizer que se fizesse política como faz comida seria um grande político. É um homem que se bate por convicções. Não é de andar metido permanentemente nas igrejas, mas assume-se católico como a maioria dos portugueses. O mesmo se aplica aos hospitais. Tanto vai aos privados como aos públicos. Não tem muito tempo para ler, mas quando pode gosta de abrir livros de ensaios históricos. Mas também é adepto de aproveitar alguns tempos livres para não fazer absolutamente nada. Uma espécie de desintoxicação. Dá-se bem com as novas tecnologias e uma das primeiras coisas que faz quando se levanta é consultar a sua caixa de correio electrónico. No trabalho às vezes gosta de ter como música de fundo êxitos dos anos 60 e 70. Miguel Relvas encontrou em Tomar a sua terra adoptiva. Nasceu em Lisboa e passou grande parte da sua infância em Luanda, acompanhando os pais.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...