uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

João Conde é líder até Maio

Assembleia-geral do Vilafranquense escolheu nova comissão administrativa

João Conde vai liderar a nova comissão administrativa da União Desportiva Vilafraquense, que foi escolhida já na madrugada de sábado. Um conjunto de 14 nomes foi “arrancado a ferros” entre os cerca de 30 associados presentes na assembleia magna realizada na sexta-feira à noite, na sede do clube.

Edição de 26.01.2005 | Desporto
Fora de qualquer hipótese ficou a eleição de novos corpos gerentes, já que não foi apresentada qualquer lista até ao início da reunião. José Fidalgo, líder da comissão cessante e da assembleia-geral, pediu o apoio de vários associados para integrarem a comissão administrativa, mas foram poucos os que deram resposta positiva.Só após algumas tentativas é que João Conde, que se tinha mostrado renitente quanto à consistência e número de pessoas disponíveis, acabou por “ceder”, face à indisponibilidade de alguém para encabeçar a nova gerência. Luís Feijão, elemento que vai permanecer na comissão, recusou a ideia de ser o líder, por indisponibilidade de tempo. Dos principais elementos da actual gerência, ninguém permanece. Saem José Fidalgo, Luís Santos, João Barroca e Ana Câncio. Apenas João Barroca vai acompanhar o processo relacionado com o bingo do clube e a sociedade Diverling. Para João Conde, a aceitação de liderar a comissão administrativa significa sacrificar a vertente pessoal numa altura complicada, mas não resistiu ao apelo para salvar a colectividade. “Acabei por aceitar esta solução devido ao impasse que estava criado. Era isso ou a paragem do clube”, referiu a O MIRANTE, acrescentando ainda que é urgente encontrar corpos sociais para o clube. Para já, a comissão administrativa vai emitir um comunicado dirigido à população a apelar para maior apoio, na medida das possibilidades de cada um.Quanto a medidas a implementar, João Conde refere alguns exemplos. “Aumentar as receitas de publicidade, mesmo numa época difícil é um dos objectivos. Mas também temos que rentabilizar a marina que está a menos de 50 por cento da capacidade. Assim como sensibilizar as vantagens do estacionamento em segurança no nosso parque”, argumentou o novo líder do clube. Manter as modalidades e reformular secções que dão prejuízo como o hóquei e a naútica, são outros casos em análise. Tentar assegurar a actividade desportiva do clube até final da época e honrar o mais possível os compromissos assumidos são objectivos de João Conde e da sua equipa, que reúne esta quinta-feira para a distribuição de pelouros.João Conde tem 58 anos e é empresário no sector da construção e da hotelaria, tendo sido presidente do Vilafranquense nas épocas 94/95 e 95/96. Neste novo desafio faz-se acompanhar pelos seguintes elementos: Luís Feijão, Savedra Valente, Carlos Cerejo, José Soares Luís, Orlando Pinto, António de Deus, Pardal e Josué, José Fernando Casquinha, Cláudio Lopes, Carlos Bento, Octávio, António Santos e Leandro Silva.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...