uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Menos carros montados no país

Produção baixou 5,3% para mínimo 9 anos
Edição de 26.01.2005 | Economia
A produção automóvel em Portugal caiu 5,3 por cento no ano passado, face a 2003, para 226.728 veículos montados, o mais baixo número em 9 anos, segundo dados da Associação dos Industriais de Automóveis (AIMA).Esta tendência ficou a dever-se à queda de 8,9 por cento na produção de automóveis ligeiros de passageiros, para 150.781 unidades, também o nível mais baixo em 9 anos.Os dados da AIMA indicam que a montagem de veículos comerciais aumentou 2,9 por cento no ano passado, para 75.947 viaturas, com aumentos de 2,7 por cento na produção de comerciais ligeiros (73.218 unidades) e de 12,1 por cento nos pesados de mercadorias (2.603 veículos) e uma redução de 9,4 por cento nos pesados de passageiros (126 autocarros montados).As exportações foram o destino de 96,7 por cento dos veículos produzidos em Portugal no ano passado, destinando-se a mercados externos 99,3 por cento dos ligeiros de passageiros, 91,9 por cento dos comerciais ligeiros e 77,8 por cento dos veículos pesados.Em 2004, Portugal exportou 219.200 veículos e o mercado interno absorveu 7.528 viaturas automóveis produzidas no país.Quanto à montagem de ligeiros de passageiros, a AIMA indica que a AutoEuropa produziu 95.660 monovolumes no ano passado, menos 12,8 por cento do que em 2003, a General Motors (GM) Portugal 20.010 unidades, um aumento de 8,2 por cento, e a Citroen Lusitana montou 35.111 automóveis de passageiros das marcas Citroen e Peugeot, um decréscimo de 6,1 por cento face ao ano anterior.A GM Portugal produziu 46.382 comerciais ligeiros em 2004, menos 7,8 por cento do que no ano anterior, enquanto a produção da Citroen Lusitana aumentou 20,6 por cento, para 18.321 comerciais ligeiros, a Mitsubishi Trucks montou mais 52,5 por cento (5.856 unidades) e a Salvador Caetano aumentou 34,7 por cento a montagem, para 2.659 viaturas.A Mitsubishi Trucks produziu em Portugal 2.359 veículos pesados em 2004, um aumento de 14,3 por cento, e a Salvador Caetano 370 viaturas, um acréscimo de 2,2 por cento.A AutoEuropa representou 42,2 por cento da produção automóvel em Portugal (63,4 por cento nos ligeiros de passageiros), a GM Portugal 29,3 por cento (63,3 por cento nos comerciais ligeiros), a Citroen Lusitana 23,6 por cento, a Mitsubishi Trucks 3,6 por cento (86,4 por cento dos pesados) e a Salvador Caetano 1,3 por cento.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...