uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Estacionar no passeio sai caro

Estacionar no passeio sai caro

Câmara de Santarém recusa-se a vedar espaço utilizado abusivamente por automobilistas
Edição de 26.01.2005 | Sociedade
Vários automobilistas têm sido multados por estacionamento abusivo junto à estação dos Correios de Santarém. O espaço que é utilizado para parqueamento, sobretudo por utilizadores do centro comercial vizinho, destina-se a peões, embora ainda não esteja calcetado. No local não existe sinalização que proíba estacionar, embora um sinal indique que se trata de zona de circulação pedonal.Para que os automobilistas não sejam penalizados pela polícia e a segurança dos peões não seja colocada em risco, alguns vereadores da Câmara de Santarém entendem que o local deve ser vedado enquanto as obras em curso no Largo Cândido dos Reis não estiverem concluídas.A discussão na reunião do executivo de segunda-feira deveu-se à carta de um cidadão do Cartaxo que foi multado no local por não saber que era proibido estacionar. “Ou se põe ali algo que impeça o estacionamento no espaço ou assiste-se aos arrumadores a indicarem os lugares aos automobilistas, a receberem a moedinha e a irem-se embora quando o parque está cheio. E depois vem a polícia e multa”, disse o vereador José Marcelino (CDU), que levantou a questão.Ramiro Matos (PSD) defendeu que se possa estacionar no local provisoriamente “enquanto decorrem as obras” e “desde que não cause transtorno aos peões”. O vereador “laranja” adiantou que a situação penaliza sobretudo quem é de fora e não tem noção da infracção que está a cometer.Embora o vereador com o pelouro do Trânsito, Manuel Afonso (PS), considere que não é necessária qualquer sinalização para se perceber que o espaço se trata de um passeio para peões que se encontra inacabado. A única excepção em termos de trânsito é o acesso de veículos ao Lar dos Rapazes da Misericórdia de Santarém.Manuel Afonso critica ainda os automobilistas que utilizam aquele recurso, lembrando que aos fins de semana o parque das traseiras do seminário, situado a escassos 200 metros, é gratuito. E na zona existem ainda mais algumas bolsas de estacionamento, para além do próprio centro comercial, que tem um parque subterrâneo, embora tarifado.“Há um total desrespeito pelo peão, que por vezes tem de andar a fazer gincana pelo meio dos carros parados”, afirmou ainda o vereador do Trânsito, considerando que não se deve permitir o estacionamento numa zona que vai ser destinada aos peões. Da mesma opinião foi o presidente da câmara, Rui Barreiro (PS), pelo que as coisas vão continuar na mesma e os eventuais veículos infractores sujeitam-se a ser rebocados e os seus proprietários autuados.
Estacionar no passeio sai caro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...