uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Morrer à espera da indemnização

Sindicato vai apresentar queixa contra Estado português
Edição de 02.02.2005 | Sociedade
Muitos dos ex-trabalhadores de empresas falidas da zona de Vila Franca de Xira já faleceram sem chegar a receber os salários em atraso e as indemnizações a que tinham direito. Os processos arrastam-se em tribunal há vários anos e têm deixado muitas famílias em dificuldades.A falta de meios humanos e técnicos nos tribunais para dar resposta atempada a estes casos é, na opinião da coordenadora sindical de Vila Franca de Xira, Rosa da Saúde Coelho, a explicação para a demora na resolução dos problemas dos trabalhadores.Durante um encontro organizado pela Delegação Sindical de Vila Franca de Xira, que se realizou na quarta-feira, 26 de Janeiro, os trabalhadores decidiram apresentar queixa contra o Estado português no Tribunal Administrativo de Lisboa por morosidade do funcionamento da justiça. “É normal este atraso porque a política seguida neste país não tem em conta os direitos dos trabalhadores. O julgamento da Casa Pia não demorou muito a começar. Temos uma justiça de elite”.Os trabalhadores exigem ainda a responsabilização dos operadores da justiça sempre que existam provas de negligência dos processos de falência, querem que o próximo Governo adopte medidas para a aplicação célere da justiça e pretendem que nos processos de falência seja introduzido um prazo para o pagamento dos créditos dos trabalhadores.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...