uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Emoção no campo e nas bancadas

Emoção no campo e nas bancadas

Chamusca Basket venceu (74-67) o Eléctrico da Ponte de Sôr

Uma vitória por 74-67 sobre o Eléctrico da Ponte de Sôr colocou novamente o Chamusca Basket na senda do play-off final. Foi um jogo emotivo que contagiou os muitos espectadores que acorreram ao pavilhão da Escola E, B+S da Chamusca, que não negaram o seu apoio aos jogadores chamusquenses.

Edição de 10.02.2005 | Desporto
O Chamusca Basket ganhou (74-67) ao Eléctrico da Ponte de Sôr, uma das equipas favoritas à conquista do título, e confirmou que está entre as melhores que disputam a primeira divisão nacional. Em querer e força de vontade ninguém a vence e da qualidade dos seus jogadores, quase todos vindos do seu escalão de formação, não se pode duvidar.A partida disputada sexta-feira, no Pavilhão da Escola E, B + S da Chamusca, foi entusiasmante. A equipa da casa entrou determinada a acabar com os maus resultados obtidos nos últimos jogos e rapidamente colocou o seu adversário em sentido. No final dos primeiros cinco minutos contava com cinco pontos de vantagem sobre o seu adversário. O primeiro desconto de tempo pertenceria ao Eléctrico e serviu para que o treinador tentasse acalmar os seus jogadores, que já tinham sido alvos de uma falta anti-desportiva, de tão surpreendidos que estavam com o jogo apresentado pela equipa chamusquense. Ricardo Martinho, Nuno Santos e Luís Pinhel, imparáveis, e os jovens Fredy, Pedro Carapeto e André a acompanharem-nos na força de vontade, confundiam por completo a equipa forasteira.No entanto o treinador do Eléctrico rectificou defensivamente, e utilizando uma defesa pressing todo o campo, onde imperou muito contacto pessoal - às vezes mesmo violento sem que os árbitros sancionassem - conseguiu recuperar no marcador e no final da primeira parte, havia apenas um ponto a separar as duas equipas, com vantagem para o Chamusca Basket (40-39).Na segunda parte a diferença pontual foi-se dilatando e no final terceiro período a equipa da Chamusca tinha oito pontos de vantagem. Esperava-se, no entanto, que para os últimos dez minutos o Eléctrico conseguisse colocar em campo a sua autoridade de candidato ao título.Os alentejanos foram-se aproximando, aproveitando o facto de a equipa chamusquense estar carregada de faltas. Luís Pinhel foi excluído injustamente com uma quinta falta, que afinal foi ele que a sofreu. Mas esta situação pareceu galvanizar ainda mais a equipa comandada por Manuel Azevedo, que uniu forças, susteve a recuperação do adversário, e quando se entrava no último minuto, com apenas dois pontos a separar as duas equipas, Ricardo Martinho, que fez uma partida sensacional, arrancou um triplo, que acabou com qualquer veleidade dos alentejanos. Até ao final do jogo, os chamusquenses, ainda conseguiram travar o ataque alentejano, e marcar mais um cesto, acabando a vencer por 74-67. Mantendo assim intactos os objectivos de chegar ao play off final. A equipa do Chamusca Basket alinhou com: Nuno Santos, Ricardo Martinho, Luís Pinhel, Pedro Carapeto, Fredy, André Ferreira, Estêvão, Diogo, Pedro Mira, Jorge Santos e Luís Lopes.
Emoção no campo e nas bancadas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...