uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Unificação do Ribatejo é para cumprir

Unificação do Ribatejo é para cumprir

No comício em Santarém, José Sócrates deixou a promessa

O distrito de Santarém vai voltar a ser unido numa só região se o líder do PS for eleito primeiro-ministro. Foi esta a promessa que José Sócrates deixou segunda-feira em Santarém, perante uma plateia que esgotou por completo os lugares do grande auditório do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA).

Edição de 10.02.2005 | Política
José Sócrates sustentou também que deve ser aprofundado o modelo de desenvolvimento regional com base nas cinco comissões de coordenação regional.O dirigente socialista reavivou temas como o combate ao desemprego, a aposta na economia e a luta contra a pobreza e prometeu apostar na inovação, conhecimento e informatização, bem como aumentar o investimento público para atrair os capitais privados. Antes, o cabeça de lista do PS por Santarém, Jorge Lacão, recordou que nos três anos de governação social-democrata o distrito de Santarém obteve o mais baixo nível de investimento privado. Para Jorge Lacão, o PSD deixa ainda uma marca profunda na região. “Miguel Relvas promoveu a divisão da unidade do distrito, sem qualquer modelo de desenvolvimento sustentado, agregando a Lezíria do Tejo ao Alentejo e o Médio Tejo ao Centro. Temos muito orgulho em ser ribatejanos”, afirmou em tom convicto.Idália Moniz, vereadora socialista na Câmara de Santarém, e o líder da distrital socialista, Paulo Fonseca, abriram as hostilidades. Idália Moniz recordou o aumento de 30 por cento do desemprego e as crescentes desigualdades sociais, enquanto Paulo Fonseca apelou ao voto no PS, recordando as promessas que o PSD deixou por cumprir na região, como a construção do aeroporto da Ota, a despoluição do rio Alviela e a consolidação da barreiras de Santarém.Num dia dedicado ao distrito de Santarém, a comitiva socialista passou por Fátima e Ourém, durante a manhã, e almoçou em Torres Novas. Ao final de tarde, o líder do PS passeou pelo centro histórico de Santarém onde foi cumprimentando as pessoas e distribuindo rosas e folhetos. À noite, antes do comício do CNEMA, José Sócrates reuniu-se com o líder da Confederação de Agricultores de Portugal (CAP), João Machado, para expor as propostas do partido para o sector agrícola.
Unificação do Ribatejo é para cumprir

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...