uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Junta de Vila Franca é pioneira na gestão da qualidade

Universidade Internacional desenvolve projecto piloto

Melhorar o atendimento aos cidadãos e aumentar a eficácia dos serviços são dois objectivos da certificação de qualidade que Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira está a implementar em parceria com a Universidade Internacional. O projecto é pioneiro e deverá ser seguido por outras autarquias.

Edição de 10.02.2005 | Sociedade
Se telefonar para a Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira e do outro lado atender uma voz com um :”estou”. Isto é uma não conformidade. A funcionária deve dizer que falou para a junta e deve identificar-se. Se um operário da junta estiver a desentupir uma sarjeta sem luvas e sem máscara, isto é uma não conformidade. Se um funcionário, ou um eleito, lhe recusar uma informação sobre determinado processo ou serviço também estamos perante uma não conformidade.Registar e corrigir estas e outras eventuais não conformidades e procurar corrigi-las é o objectivo da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira. A ferramenta para o fazer será o Sistema de Qualidade dos Organismos Públicos que a Universidade Internacional e a autarquia pretendem implementar até Outubro. A aplicação do sistema será avaliada nos meses seguintes através do método CAF, uma estrutura comum para avaliação da administração pública segundo as normas da União Europeia. Esta iniciativa é um projecto piloto a nível nacional que pode ser um passo de gigante rumo à modernização da administração pública nas juntas de freguesia, câmaras e outros organismos públicos. A aproximação dos serviços ao cidadão, o tal cliente que nem sempre é tratado como tal, é outro objectivo. O projecto de auto-avaliação foi apresentado na sexta-feira, a uma plateia com autarcas, empresários, professores, técnicos de comunicação e gestão e forças vivas da cidade de Vila Franca. O presidente da Junta de Freguesia, José Fidalgo explicou que esta aposta arrojada surgiu depois da criação das delegações do Bom Retiro e Povos e do serviço móvel que percorre os lugares mais isolados. Segundo o presidente, esta aproximação significa uma melhoria dos serviços prestados aos cidadãos da freguesia. “Houve uma excelente subida dos níveis de exigência e ainda bem. Isso obriga-nos a estar atentos e a melhorar em cada momento”, disse. O autarca explicou que a ideia de implementar um sistema de gestão de qualidade surgiu depois de uma reflexão sobre as deficiências que encontrou em vários serviços públicos quando os teve de utilizar como cidadão. O protocolo assinado com a UI, em Agosto de 2004, prevê que a universidade coloque o seu saber e a sua experiência ao serviço da autarquia. Haverá bolsas de estudo, condições especiais de formação para colaboradores e eleitos, apoio técnico e outras colaborações técnico cientificas. Em troca a UI pode utilizar o auditório e as instalações da junta para realizar formação, seminários, colóquios e outras iniciativas.O vereador da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Vale Antunes aplaudiu a iniciativa da junta de freguesia e sublinhou que a aposta na qualidade tem de estar presente em todos os serviços públicos e privados. “A qualidade é um caminho irreversível para a modernização”, concluiu.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...