uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Uma fossa no quintal

Obras de requalificação da Ribeira de Santarém tapam esgoto a morador

O quintal de António Felisberto da Silva, na Ribeira de Santarém, está transformado numa autêntica fossa a céu aberto, alegadamente devido a um erro nas obras de colocação da rede de saneamento básico. O morador suspeita que, quando a rua Júlio Malfeito foi arranjada, a canalização do esgoto da sua habitação, que estava ligada ao colector público, foi tapada.

Edição de 10.02.2005 | Sociedade
António Felisberto detectou a situação há cerca de seis meses quando começou a sentir o chão da casa oco e as paredes da casa de banho a rachar. “Presumi que devia haver um problema com a canalização, mas nunca imaginaria que me tinham tapado a saída do esgoto doméstico”, sublinhou. Para tentar encontrar o problema, o morador abriu uma vala no quintal no sítio onde passa a conduta de esgotos. E foi nessa altura que começou a encontrar água malcheirosa acumulada. Ao introduzir uma vareta para ver se o esgoto estava entupido, detectou que esta a partir da zona do passeio já não passava. O buraco feito no quintal está agora a servir como fossa, onde se vão acumulando as águas provenientes das casas de banho e da cozinha que acabam por se ir infiltrando na terra. “Nunca pensei chegar ao ponto de ter o quintal cheio de porcaria”, desabafa António Felizberto.Contactado por O MIRANTE, o vice-presidente da Câmara de Santarém, Manuel Afonso, afirmou desconhecer o caso. Acrescentou que o engenheiro que fiscalizava as obras, que entretanto já não está a trabalhar na autarquia, não lhe comunicou este problema. Manuel Afonso garantiu no entanto que vai analisar a situação e, se houver alguma anomalia, esta terá que ser corrigida pela empresa que procedeu às obras.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...