uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

PS quer distrito de Santarém agregado a Lisboa

Jorge Lacão reforçou a posição em jantar na Golegã
Edição de 16.02.2005 | Política
O PS quer a reunificação do distrito de Santarém e acabar com a divisão criada pelo actual Governo, que atira os municípios do norte para a Região Centro e os do sul para o Alentejo.“Queremos a reunificação do Ribatejo” afirmou o cabeça de lista por Santarém, Jorge Lacão, acrescentando que, caso ganhem as eleições de domingo, querem que todo o distrito continue ligado à Região de Lisboa e Vale do Tejo.Quanto às comunidades urbanas, Jorge Lacão sustenta que elas nada diferem das anteriores associações de municípios. “Não tenhamos ilusões, só houve uma alteração de nomes”, afirmou e, nesse sentido, não há razão para alteração: “Manteremos a designação de comunidades urbanas”.Jorge Lacão falou informalmente com os jornalistas num jantar realizado na segunda-feira, dia 14, na Golegã, em que estiveram presentes para além dos candidatos pelo distrito, um dos históricos do PS, Manuel Alegre.Durante a tarde, Manuel Alegre fez campanha de rua no Entroncamento, visitando a EMEF, o que considerou uma “experiência muito positiva”. A vinda ao distrito de Santarém de Manuel Alegre não deve ser entendida como nenhum reforço aos candidatos socialistas, porque a “lista não precisa de reforço”, dissePara Alegre, candidato por Lisboa, votar no próximo domingo é um “imperativo” cívico porque vivemos uma crise e o importante não é eleger um primeiro ministro, mas resolver os problemas do país e reabilitar a política.“Há a vontade de derrubar o actual Governo, mas há pouca confiança”, disse Manuel Alegre acrescentando que é necessário “combater a indiferença ou o voto resignado”. Considerando que a presente campanha eleitoral foi “estranha e suja”, o candidato socialista espera que o PSD deixe esta facção populista e retome a sua tradição. Depois da Golegã, os candidatos socialistas foram para a Casa do Povo de Riachos onde promoveram uma sessão de esclarecimento. A sala é grande e estava praticamente às moscas. António Rodrigues (PS), presidente da Câmara Municipal de Torres Novas gracejou com a pouca oportunidade do encontro na noite “mais romântica do ano”, a dos namorados. Margarida Trincão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...