uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Maria José Grazina Salvador Maduro

40 anos, assistente de vendas, Samora Correia

“Já fui mal atendida nos correios, nas finanças e na segurança social e reclamei sempre. A reclamação é um direito e ajuda a corrigir as deficiências dos serviços. As pessoas não se devem calar e eu nunca me calo. Vale a pena protestar”

Edição de 23.02.2005 | Agora falo eu
Votou nas eleições de domingo?Votei. Depois de muitas dúvidas e incertezas resolvi votar porque é um direito que temos e do qual não devemos prescindir. Mas estou muito desiludida com os nossos políticos.Concorda com as quotas para impor as mulheres na política?As mulheres devem ser chamadas pelo mérito, pela capacidade de trabalho e pela inteligência. As quotas são uma imposição e eu não gosto de imposições. Preocupa-se com a sua aparência física?Claro que me preocupo porque é importante que me sinta bem comigo. Tento fazer dieta, nem sempre consigo, mas tenho algum cuidado. Se tivesse possibilidades fazia intervenções cirúrgicas para alterar o seu visual?Nunca faria uma intervenção cirúrgica para alterar o meu visual. Gosto de mim como sou e aceito com naturalidade as alterações que vão surgindo ao longo do tempo. É a evolução da vida.Aceita com normalidade os casamentos homossexuais?Sou um pouco conservadora e nunca vou aceitar os casamentos entre duas pessoas do mesmo sexo. Respeito as opções de cada um, mas o casamento é a união entre homem e mulher.O que faria com o Jackpot do Euromilhões? Ajudava muita gente. Especialmente crianças e idosos em dificuldades. Gosto muito de ajudar e dá-me muito prazer.E a sua vida não mudava?É claro que mudava radicalmente. Mas não sou uma pessoa materialista e o dinheiro não é o mais importante. Procurava construir uma nova vida e ajudar os meus familiares e as pessoas de quem gosto.Quais são as qualidades que mais aprecia nas pessoas?Sinceridade, frontalidade e honestidade.A Internet é um espaço de diversão?Não. A Internet é apenas para trabalhar ou para recolher informação. Não costumo divertir-me na Net porque tenho uma vida muito ocupada devido a várias actividades associativas.Já conhece o centro cultural de Samora?É um bom centro cultural. Foi pena não terem feito um auditório maior. Já se previa que os lugares não chegassem para alguns espectáculos e insistiram em respeitar o projecto inicial.E se de repente um homem desconhecido lhe oferecer flores?Aceito com um sorriso. Gosto muito de receber flores e acho que seria simpático. Se a pessoa me oferecesse flores era porque gostava de mim e eu agradecia.Era capaz de entrar num concurso do tipo “Quinta das Celebridades”?Nunca. Não gosto desse tipo de concursos e não era capaz de participar por dinheiro nenhum..As mulheres ao volante são um perigo?Há mulheres que conduzem melhor que muitos homens. Nós somos mais cuidadosas.Já alguma vez foi mal atendido num serviço público?Já fui mal atendida nos correios, nas finanças e na segurança social e reclamei sempre. A reclamação é um direito e ajuda a corrigir as deficiências dos serviços. As pessoas não se devem calar e eu nunca me calo. Vale a pena protestar.O Caso Casa Pia veio mostrar que a justiça não é igual para todos?Não tenho dúvidas de que os ricos têm acesso facilitado à justiça e defendem-se muito melhor porque compram testemunhas e têm bons advogados. Os pobres têm de se sujeitar a tudo.Se pudesse escolher um país para viver, qual seria?Portugal, sempre! Sou portuguesa e tenho orgulho do nosso país. Fomos um país de excelência com homens inteligentes, trabalhadores e inovadores e apesar da crise que atravessamos, ainda conseguiremos dar a volta. Uma Sex-Shop é um bom local para comprar prendas para os amigos?É um local divertido com coisas diferentes para brincar e para surpreender os amigos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...