uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Novo Hospital de Vila Franca sofre mais um atraso

Concurso público não foi lançado na data prevista
Edição de 23.02.2005 | Sociedade
O Governo e a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira anunciaram que o concurso público internacional para a concepção, construção e gestão do novo Hospital de Vila Franca de Xira deveria ser lançado até à primeira semana de Fevereiro. Estamos na última semana do mês e não se vislumbra ainda o momento de colocar preto no branco.A presidente da câmara, Maria da Luz Rosinha acredita que o processo vai ficar concluído em Março e o concurso deve ser lançado em Abril. Resta saber se o futuro Governo vai assumir este projecto como prioritário. É que o novo primeiro-ministro, José Sócrates já revelou não ser adepto das parcerias público-privadas. Uma posição que não incomodou a edil vilafranquense. A semana passada a presidente da câmara reuniu com os responsáveis do grupo de missão que trata dos assuntos dos novos hospitais. Maria da Luz Rosinha ficou satisfeita com a reunião e referiu que foram esclarecidas algumas dúvidas que se levantaram. “Não há qualquer problema e o processo pode avançar para o concurso ser lançado em Abril”, disse.Se assim for, o novo hospital poderá estar pronto em 2009.A presidente da câmara anunciou que vai pedir uma audiência ao novo ministro da Saúde, logo que seja impossado, para esclarecer o processo do novo hospital. O novo equipamento vai ser construído no sistema de parcerias público-privados num terreno com 95 mil metros quadrados, a Norte da Cidade, no lugar da Charneca, perto de Povos. O terreno foi avaliado em dois milhões de euros e adquirido a um particular por permuta pelo Município.A unidade de saúde vai substituir o Hospital de Reynaldo dos Santos que tem 50 anos e está num dos núcleos mais antigos e densos da cidade. A falta de condições dos funcionários e utentes e a dificuldade do acesso das ambulâncias que têm de atravessar uma cidade onde o trânsito está quase sempre lento, dificultam o socorro e a prestação dos serviços de saúde a dezenas de milhares de utentes.A nova unidade deverá servir aproximadamente 250 mil habitantes, dos quais mais de 50 por cento residem no concelho de Vila Franca de Xira. Os restantes pertencem aos concelhos de Benavente, Alenquer, Azambuja e Arruda dos Vinhos, cujas câmaras irão financiar parte dos acessos ao novo hospital.A unidade irá ter valências básicas e intermédias incluindo cirúrgicas, materno-infantis e serviço de urgência.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...